Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Oferta de UTIs no estado vem variando de acordo com ativação de leitos
Oferta de UTIs no estado vem variando de acordo com ativação de leitos| Foto: Divulgação CHC

O Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) notificou as prefeituras de Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel, Ponta Grossa e Foz do Iguaçu para que informem o número exato e a localização dos leitos das unidades de terapia intensiva (UTIs) destinadas exclusivamente para pacientes da Covid-19, bem como as equipes médicas, destinadas ao atendimento de doentes afetados pelo novo coronavírus.

RECEBA notícias do Paraná pelo WhatsApp

A solicitação, que precisa ser cumprida em até três dias úteis, foi motivada por dados conflitantes que vêm sendo anunciados sobre a capacidade de atendimento da rede hospitalar nas principais cidades paranaenses, bem como denúncias recebidas pelo TCE-PR sobre falta de leitos e filas de pacientes nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), à espera de vagas em UTIs.

No expediente encaminhado às prefeituras, o TCE-PR solicita em detalhes informações sobre quantidade de leitos disponibilizados, leitos ocupados e localização dos leitos por hospital; detalhes sobre o processo licitatório no caso de aquisição de leitos; como são realizados os procedimentos de encaminhamento, porta de entrada dos casos suspeitos, triagem e protocolos para os casos suspeitos; e a equipe ou setor designado dentro da administração municipal que organiza os pacientes que são encaminhados aos hospitais com leitos disponíveis.

De acordo com os dados disponíveis no portal da transparência da Secretaria de Estado da Saúde, Curitiba tinha até as 12h do último domingo (21 – data da última atualização), 233 leitos de UTI destinados para Covid-19, com 178 ocupados. Londrina tinha 88 leitos, com 36 ocupadas; Maringá 54, com 16 ocupados; Cascavel, 34, com 25 ocupados; Ponta Grossa, 20, com 10 ocupados; e Foz do Iguaçu, 17, com 11 ocupados.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]