Vacinas da Covid-19 no Centro de Medicamentos do Paraná.
Vacinas da Covid-19 no Centro de Medicamentos do Paraná.| Foto: Jose Fernando Ogura / AEN

O Paraná começa nesta terça-feira (26) a distribuição aos municípios do novo lote de 39,6 mil doses de Coronavac produzidas no Instituto Butantan, em São Paulo. O terceiro lote de vacinas de Covid-19 chegou no fim da tarde de segunda-feira (25) ao estado. As novas doses serão destinadas ao público da campanha emergencial de imunização, especialmente aos profissionais de saúde que atuam no tratamento de pacientes com coronavírus.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), todos os 12.224 idosos com 60 anos ou mais residentes em instituições de longa permanência, os asilos, e os 10.565 índios que vivem em aldeias foram vacinados com a primeira dose. Já os profissionais de saúde são 303 mil pessoas a serem vacinadas.

“Insistimos com os municípios para que priorizem essas pessoas, que precisamos vacinar logo. Temos de fazer com que todas as doses cheguem aos profissionais envolvidos. Gente que trabalha em hospitais, no Siate e no Samu e estão diretamente no atendimento da doença. Essas doses de agora vão ajudar a fazer andar um pouco mais essa fila”, pede o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, em declaração à Agência Estadual de Notícias.

No total, o Paraná vai receber 910 doses na fase emergencial de vacinação da Covid-19, conforme o Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. Até o fim de janeiro, o Ministério da Saúde deve disponibilizar mais um lote da Coronavac. “Conforme forem envasando mais doses, outras chegarão ao Paraná”, explica o secretário.

A estimativa é de que o Paraná fique novamente com 5% da divisão, quantitativo equivalente ao tamanho da população. Confirmando a conta, seriam mais 194.500 vacinas. “Aí sim, serviria para imunizar todos esses profissionais que estão há mais de dez meses guerreando com o vírus”, destacou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]