Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Prédio histórico da UFPR, no Centro de Curitiba
Prédio histórico da UFPR, no Centro de Curitiba| Foto: Arnaldo Alves/Arquivo

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) vai exigir o comprovante de vacinação para a volta às aulas presenciais, prevista para o próximo dia 31. A decisão, unânime, foi tomada durante uma reunião do Conselho Universitário da UFPR realizada na tarde desta quarta-feira (12).

De acordo com o reitor Ricardo Marcelo Fonseca, a decisão “foi sumamente importante”. Em vídeo publicado nas redes sociais, Fonseca explicou que houve um grande consenso entre estudantes, técnicos, professores e membros da comunidade externa que compõem o conselho.

RECEBA NOTÍCIAS DE CURITIBA PELO WHATSAPP

“Foi uma decisão fundamental da nossa universidade, para cuja aplicação nós contaremos com um diálogo constante com os estudantes, os técnicos, os professores, sempre tendo como norte de que precisamos dar o exemplo da crença na ciência, do cuidado à vida, à saúde e à segurança da nossa comunidade, que foi o pano de fundo desta deliberação e dessa resolução”, disse o reitor.

A exigência do passaporte vacinal não é consenso entre as instituições de ensino superior do estado. Nas universidades estaduais do Paraná (Unespar), Maringá (UEM) e Ponta Grossa (UEPG) será exigido o comprovante de vacinação para o retorno às aulas. Na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) o assunto ainda está sendo discutido, assim como na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Já na Universidade Estadual de Londrina (UEL) o passaporte vacinal não será obrigatório, assim como na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]