i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Covid-19

Unidades de saúde agora só atendem urgências: “Tudo tem limite”, adverte secretária

  • 30/11/2020 11:22
Unidades de saúde suspendem consultas e passam a atender somente urgências
Unidade básica de saúde em Curitiba| Foto: Everson Bressan/SMCS

A partir desta segunda-feira (30), unidades básicas de saúde de Curitiba suspendem temporariamente todos os atendimentos eletivos – aqueles agendados e que não são considerados de urgência. A medida visa reforçar o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que mudou a bandeira de alerta da Covid-19 para laranja na sexta-feira (27).

Receba as principais notícias do Paraná pelo WhatsApp

Ao comentar as medidas e a abertura de novos leitos exclusivos para Covid, a secretária de Saúde, Marcia Huçulak, fez um alerta: "Aviso que tudo tem limite, não temos mais equipes para abrir leitos. As pessoas precisam entender que não se tem médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e toda a equipe de apoio laboratorial e limpeza no almoxarifado. Podemos ter camas, respiradores, monitores, medicamentos em estoque. Profissionais de saúde e de apoio são pessoas que tem família, que também precisam descansar, querem ver seus filhos e pais e muitos não o fazem há meses".

Com a reorganização do atendimento básico à saúde, 77 unidades que já vinham atendendo com fluxo dividido logo na entrada, separando os atendimentos de pessoas com sintomas suspeitos do novo coronavírus e de outras condições de saúde, passam a atender exclusivamente situações de urgência em saúde. São o caso de quadros de pressão alta e atendimentos essenciais, como pré-natal, pacientes com condições crônicas descompensadas, entre outros. Urgências e emergências odontológicas também serão atendidas.

Outras 10 unidades de saúde funcionarão exclusivamente para vacinação do Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde. Outras 24 unidades, além das 10 dedicadas à vacinação, irão transferir o atendimento para unidades próximas, e todos os profissionais desses locais irão reforçar os quadros do restante da rede.

Confira abaixo as listas das unidades que manterão o atendimento de urgência e emergência, das que farão exclusivamente a vacinação e das que terão o atendimento redirecionado, com as respectivas novas unidades de referência:

Na última sexta-feira (27), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Boqueirão passou a atender exclusivamente casos de Covid-19, suspendendo temporariamente atendimento geral por busca direta. No local estão sendo ativados 50 leitos de enfermaria exclusivos para a doença.

Segundo a SMS, moradores da região com urgência e emergências de saúde podem buscar atendimento nas UPAs Pinheirinho, Sítio Cercado e Cajuru. Para as pessoas com sintomas respiratórios leves a orientação é ligar para a Central de Atendimento, no telefone 3350-9000, das 8h às 20h, todos os dias da semana.  A central dará as orientações e fará o agendamento do exame.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 2 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • R

    Rubens Farias

    ± 5 horas

    Tem que parar com essa coisa de bandeira amarela e laranja e fazer logo um lockdown total, esse povo bur ro continua brincando com a doença, já morreram 175 mil pessoas OFICIALMENTE, pois com certeza já passou dos 200 mil, e tem um bando de ju mentos que insistem em não respeitar as regras sanitárias.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcelo da Luz

      ± 7 horas

      Mas o importante é abrir os bares, liberar as festas rave / bailes funk e correr geral para uma farofada em Matinhos, e depois, se o bicho pegar, a culpa é do governo que não pariu mais alguns milhares de profissionais de saúde para atender a pandemia causada por deli_lóides que só querem mamar na mesma garrafa de pinga!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      Fim dos comentários.