i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
equipe

Ministros de Bolsonaro tomam posse. Veja quem é quem

Ex-juiz Sergio Moro foi o primeiro dos 22 ministros do novo presidente da República a ser empossado. As primeiras transmissões de cargos ocorrem nesta quarta-feira, a partir das 9 horas

  • PorDa Redação, com agências
  • 01/01/2019 18:12
 | Sergio Lima/AFP
| Foto: Sergio Lima/AFP

Com a faixa verde e amarela no peito, o presidente Jair Bolsonaro empossou os seus 22 ministros e fez a foto oficial de seu governo ao lado do vice-presidente, Hamilton Mourão, em cerimônia oficial, em Brasília, nesta terça-feira (1º). O governo de Bolsonaro reduziu de 29 para 22 o números de pastas.

O ministro Sergio Moro (Justiça), juiz federal responsável pelas ações da Operação Lava, foi o primeiro a assinar o termo de posse do cargo, ovacionado pelas convidados presentes no Palácio do Planalto. Na sequência vieram Onyx Lorenzoni (Casa Civil), general Fernando Azevedo (Defesa), Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), e os demais.

LEIA TAMBÉM: Michelle Bolsonaro deve recuperar protagonismo da função de primeira-dama

Os 22 ministros vão assumir os cargos nesta quarta-feira (2). Nomes que dividirão os andares do Palácio do Planalto, mantendo relações mais diretas com o futuro presidente, serão os primeiros a ocupar postos.

As primeiras transmissões de cargos, marcadas para as 9 horas, serão, conjuntamente, dos novos ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, e da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

LEIA TAMBÉM: Em discurso conservador, Bolsonaro promete libertar o Brasil do socialismo

Três dos atuais ministros do governo Temer repassam suas atribuições a Paulo Guedes às 15h. O futuro Ministério da Economia abarcará funções que hoje são divididas entre Eduardo Guardia (Fazenda), Esteves Colnago (Planejamento, Desenvolvimento e Gestão) e Marcos Jorge (Indústria, Comércio Exterior e Serviços).

No fim do dia, o diplomata Ernesto Araújo toma posse na sede do Ministério de Relações Exteriores, em solenidade marcara para as 18h.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.