Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Mudança de embaixada em Israel está decidida, diz Eduardo Bolsonaro nos EUA

Política externa

Mudança de embaixada em Israel está decidida, diz Eduardo Bolsonaro nos EUA

Deputado e filho do presidente eleito Jair Bolsonaro reafirma desejo do futuro governo de transferir a embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalém

  • Da Redação, com informações da Agência Brasil
Eduardo Bolsonaro ganhou um boné de Donald Trump após se reunir na Casa Branca com o conselheiro sênior e genro de Trump, Jared Kushner, nesta terça-feira. | Paola de Orte/Agência Brasil
Eduardo Bolsonaro ganhou um boné de Donald Trump após se reunir na Casa Branca com o conselheiro sênior e genro de Trump, Jared Kushner, nesta terça-feira. Paola de Orte/Agência Brasil
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (27), em Washington (EUA), que o futuro governo tem mesmo a intenção de mudar a embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. O deputado disse que a mudança ocorrerá e que “a questão não é perguntar se vai [ocorrer], a questão é perguntar quando será”, afirmou.

“A gente ainda não sabe ao certo dentro do governo a data, como é que ocorre. A gente tem a intenção e a ideia”, disse. A afirmação foi feita depois de o deputado ter se reunido na Casa Branca com o conselheiro sênior e genro de Donald Trump, Jared Kushner. Kushner é um dos principais articuladores da política para o Oriente Médio do governo Trump.

LEIA TAMBÉM: General nega que cuidará do PPI e que “só Deus sabe” o que fará no governo

No início de novembro, uma visita do chanceler brasileiro, Aloysio Nunes, ao Egito foi cancelada pelo governo do país. O cancelamento ocorreu após o anúncio de Jair Bolsonaro de que tinha a intenção de mudar a embaixada de Tel Aviv para Israel. Sobre o cancelamento, o deputado afirmou que não vê “crise nenhuma”, pois, segundo ele, a visita foi apenas adiada para o próximo ano.

“Quem não foi para o Egito foi só o chanceler Aloysio Nunes. Todo o corpo empresarial que estava previsto para ir para o Egito foi, inclusive a pedido das autoridades egípcias”, afirmou. O deputado também disse que o chanceler do próximo governo, Ernesto Araújo, deve cumprir a agenda e “com certeza fará bons negócios lá”. “Até porque, neste meio de transição, eu já recebi duas vezes a visita dos embaixadores dos Emirados Árabes Unidos”.

LEIA ARTIGO: Chanceler Ernesto Araújo escreve sobre mandato popular na política externa

Sobre possíveis consequências para o comércio internacional e represálias de outros países por causa da mudança, o deputado afirmou que acredita que será possível encontrar uma maneira de solucionar a questão. “Eu acredito que a política no Oriente Médio já mudou bastante também. A maioria ali é sunita. E eles veem com grande perigo o Irã. Quem sabe nós apoiando políticas para frear o Irã, que quer dominar aquela região, a gente não consiga um apoio desses países árabes”.

O deputado também afirmou que não conversou com Jared Kushner sobre uma futura visita do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao Brasil. Segundo ele, o tema deve ser discutido durante a visita ao Brasil do Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, no dia 29 de novembro, para encontro com o presidente eleito Jair Bolsonaro.

O deputado cumpre agenda nos Estados Unidos desde segunda-feira (26), quando se reuniu com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, com o secretário-adjunto do Tesouro Americano, David Malpass, participou de evento no American Enterprise Institute e de reuniões com representantes do Departamento de Estado, do vice-presidente norte-americano Mike Pence, do Departamento de Comércio e do Conselho de Segurança Nacional. Hoje, além do encontro com Kushner, Bolsonaro esteve na Câmara de Comércio Brasil – Estados Unidos, onde se reuniu com empresários e investidores.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE