i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Qual será o impacto do fim do auxílio emergencial na economia
Podcast 15 Minutos

Qual será o impacto do fim do auxílio emergencial na economia

    • PorGazeta do Povo
  • 05/01/2021 15:50

#Economia brasileira em 2020 foi movida, principalmente, a auxílio emergencial, mas o que será de 2021?

***) Dos quase R$ 575 bilhões do pacote de combate ao coronavírus, cerca de R$ 523 bilhões foram destinados a ações que impulsionaram a atividade econômica de alguma maneira, como o auxílio emergencial.

Com isso, o tombo do PIB brasileiro em 2020 será muito menor do que o projetado quando a pandemia da Covid-19 começou.

Mas o fim desse e de outros programas em 2020 é um risco para a atividade econômica em 2021, que terá de seguir adiante sem essas muletas.

Fim do auxílio emergencial e a economia em 2021

O resultado do PIB brasileiro em 2020, apesar da retração, acabou “surpreendendo positivamente”, segundo avaliação da economista Patricia Krause, economista da Coface para América Latina, em entrevista à reportagem da Gazeta do Povo. “Não foi só, mas o auxílio emergencial foi realmente o principal fator que sustentou a demanda”, disse.

Também em entrevista, a economista Zeina Latif disse que o auxílio emergencial foi o fator-chave, mas não apenas a sua redução de R$ 600 para R$ 300, como também a variação do fluxo dos pagamentos, influenciará o resultado econômico dos últimos meses de 2020.

E agora? O que vai ser da economia no Brasil neste ano que tá só começando, sem o auxílio emergencial? A convidada deste episódio do podcast 15 Minutos para falar sobre esse assunto é a Fernanda Trisotto, editora de República da Gazeta do Povo.

***
O podcast 15 minutos é um espaço para discussão de assuntos importantes, sempre com análise e a participação da equipe de jornalistas da Gazeta do Povo. De segunda a sexta, de forma leve e dinâmica, com a duração que cabe na correria do seu dia. Apresentação é do jornalista Márcio Miranda. O programa é publicado no Spotify, Google Podcast, Deezer e no iTunes.

***
Ficha técnica: ‘15 minutos’, podcast de notícias da Gazeta do Povo #Apresentação e roteiro: Márcio Miranda; direção de conteúdo: Rodrigo Fernandes; equipe de produção: Maria Eduarda Scroccaro, Jenifer Ribeiro e Durval Ramos; montagem: Leonardo Bechtloff; identidade visual: Gabriela Salazar; estratégia de distribuição: Gladson Angeli e Marcus Ayres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.