• 24/06/2020 14:59
Indicação

Funcionários do Banco Mundial querem suspender nomeação de Weintraub

  • 24/06/2020 14:59
  • PorGazeta do Povo
    Reunião Ministerial: Abraham Weintraub
    O ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub| Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

    Um pedido de investigação contra a nomeação de Abraham Weintraub para o cargo de diretor-executivo foi enviada nesta quarta-feira (24) ao Comitê de Ética do Banco Mundial pela associação de funcionários. No pedido eles pedem que a posse seja suspensa até a análise da investigação. O pedido, distribuído por email para todos os funcionários, tem como base as declarações de Weintraub contra a China e o ministros do Supremo Tribunal Federal. Na carta, os funcionários afirmam que, "o senhor Weintraub publicou um tuíte de carga racial, ridicularizando o sotaque chinês e culpando a China pela covid-19, e acusando os chineses de 'dominação mundial'; levando a Suprema Corte a abrir uma investigação por crime de racismo". A indicação de Weintraub ocorreu após o ex-ministro deixar o cargo no Ministério da Educação.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.