• 19/07/2020 17:19
Santos

CNJ vai apurar conduta de desembargador de São Paulo que ofendeu guarda

  • 19/07/2020 17:19
  • Brasília
Desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, do TJ-SP, rasga a multa por não usar máscara contra o coronavírus em espaço público.
Desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, do TJ-SP, rasga a multa por não usar máscara contra o coronavírus em espaço público.| Foto: Reprodução/Youtube

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, determinou neste domingo (19) a abertura de pedido de providências para apurar conduta do desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), contra um guarda municipal de Santos. Siqueira chamou de "analfabeto" um guarda municipal que lhe pediu que colocasse a máscara exigida por decreto da prefeitura para locais públicos durante a pandemia do coronavírus. Para o corregedor, os vídeos que circulam nas redes sociais demonstram indícios de possível violação aos preceitos da Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman) e ao Código de Ética da Magistratura. O desembargador terá 15 dias para responder ao corregedor nacional.

Tudo sobre:

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.