• 10/06/2020 09:44
Brasília

Bolsonaro minimiza mortes por Covid-19 e manda apoiadora que o questionou se retirar

  • 10/06/2020 09:44
  • PorEstadão Conteúdo
    Presidente da República, Jair Bolsonaro
    Presidente da República, Jair Bolsonaro| Foto: Alan Santos/PR

    O presidente Jair Bolsonaro se irritou com a manifestação de uma apoiadora e mandou a mulher se retirar após ser questionado sobre as cerca de 38 mil mortes causadas pelo novo coronavírus no Brasil, na manhã desta quarta-feira (10), no Palácio da Alvorada. "Eu votei no senhor, fiz campanha para o senhor, acho até que o senhor me conhece. E eu sinto que o senhor traiu a nossa população", disse a mulher. O presidente, então, falou para ela parar de falar ou, então, sair do local. "Se você quiser falar, sai daqui, já foi ouvido. Cobre do seu governador. Sai daqui", ordenou o presidente. O mandatário voltou a minimizar as mortes por coronavírus ao dizer que os óbitos acontecem no mundo todo, e não apenas pela Covid-19. "Mortes estão havendo no mundo todo, não é apenas a Covid. Agora querer culpar a mim... Tem muita gente morrendo de fome, depressão, suicídio, uma política feita apenas de um lado", finalizou Bolsonaro.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.