• 11/09/2020 19:05
Suspeita de corrupção

Crivella recorre ao STJ para anular busca e apreensão em seu gabinete

  • 11/09/2020 19:05
    • Estadão Conteúdo
    Crivella recorre ao STJ para anular busca e apreensão
    O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella| Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

    O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), recorreu ao Superior Tribunal de Justiça para tentar anular os efeitos dos mandados de busca e apreensão cumpridos nesta quinta-feira (10) em seu gabinete no Palácio da Cidade (sede do Executivo municipal na zona sul carioca), no prédio administrativo da prefeitura e em sua casa. A defesa de Crivella, que é pré-candidato à reeleição, alega que a operação conjunta da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual teve "claro intuito de gerar verdadeira propaganda eleitoral negativa". O documento também sustenta que a ação foi ilegal por, segundo os advogados, ter desrespeitado o contraditório e o direito à ampla defesa. A defesa do prefeito do Rio afirma que não teve acesso aos autos do processo e não foi informada sobre os fundamentos que justificaram as buscas. Os mandados de busca contra o prefeito foram cumpridos no âmbito de uma investigação que apura suspeitas de corrupção e organização criminosa no Executivo carioca.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.