• 03/12/2020 15:59
Bandeira vermelha

Deputados querem derrubar bandeira vermelha na conta de luz

  • 03/12/2020 15:59
  • PorEstadão Conteúdo
    O sistema de bandeiras havia sido suspenso em maio devido à pandemia do coronavírus. Com a retomada, conta de luz ficará mais cara a partir do dia 1º de dezembro.
    O sistema de bandeiras havia sido suspenso em maio devido à pandemia do coronavírus. Com a retomada, conta de luz ficará mais cara a partir do dia 1º de dezembro.| Foto: Divulgação/MME

    Deputados apresentaram na Câmara dos Deputados ao menos cinco propostas para derrubar a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de retomar o sistema de bandeiras tarifárias na conta de luz. A cobrança havia sido suspensa em maio devido à pandemia da Covid-19. A princípio, a Aneel decidiu acionar bandeira verde, ou seja, sem taxa extra, até o fim deste ano.

    No entanto, a agência informou que as condições atuais não permitem que isso seja mantido e antecipou a volta da cobrança no patamar mais alto. Com isso, o custo extra passa para R$ 6,243 a cada 100 kWh consumidos. Na terça-feira (1º), um dia após o anúncio da Aneel, o presidente Jair Bolsonaro justificou o aumento. "As represas estão níveis baixíssimos. Se nada fizermos poderemos ter apagões. Enquanto isso, o período de chuvas, que deveriam começar em outubro, ainda não veio. Iniciamos também campanha contra o desperdício", escreveu Bolsonaro.

    Entretanto, as propostas precisam de aval do plenário da Câmara, mas ainda não há previsão de que alguma deles seja colocado em votação. Parlamentares também apresentaram pedidos para que o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, esclareça a decisão da Aneel e até mesmo suspenda a cobrança da bandeira tarifária.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.