• 22/10/2020 18:57
Danos morais

Guarda que foi humilhado processa desembargador e pede R$ 114 mil

  • 22/10/2020 18:57
  • PorGazeta do Povo
    Desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira rasga multa por não usar máscara.
    Desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira rasga multa por não usar máscara.| Foto: Reprodução/Youtube

    O guarda civil municipal que foi humilhado pelo desembargador Eduardo Siqueira, em julho deste ano, em Santos, no litoral paulista, entrou com uma ação na 10ª Vara Cível de Santos onde pede R$ 114 mil de indenização por danos morais. Cícero Hilário foi ofendido depois de solicitar que Siqueira usasse máscara. "Entendemos que o comportamento dele ao ser abordado pelo Guarda Municipal Cícero Hilário fugiu da normalidade e demonstrou que a sua intenção naquele momento era humilhar, constranger, inferiorizar e intimidar o Guarda Municipal que estava no exercício de suas funções", disse Jefferson Douglas de Oliveira, representante do servidor, em entrevista ao UOL. A situação foi registrada em um vídeo que circulou pela internet. A gravação mostra o desembargador caminhando sem máscara na Praia de Santos. Ao ser multado pelo agente municipal, Siqueira se exaltou, chamou o guarda de analfabeto e chegou a rasgar a multa. O vídeo viralizou na internet e gerou indignação nos usuários. Após a repercussão, o desembargador pediu desculpas, mas foi afastado, recebendo integralmente o salário.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.