• 05/01/2021 13:54
Covid-19

Imposto de importação de 16% sobre seringas e agulhas deve ser zerado nesta terça (5)

  • 05/01/2021 13:54
  • PorEstadão Conteúdo
    Essa seria mais uma tentativa para aquisição dos insumos para o programa de imunização em massa contra a Covid-19 no Brasil.
    Essa seria mais uma tentativa para aquisição dos insumos para o programa de imunização em massa contra a Covid-19 no Brasil.| Foto: BigStock

    O governo deverá zerar nesta terça-feira (5) o imposto de importação incidente sobre seringas e agulhas. Desde o início da pandemia tarifas para a compra do exterior de diversos produtos, como máscaras e álcool em gel, tiveram a redução e, agora, entram na lista os materiais necessários para a vacinação contra a Covid-19. Atualmente, o importador paga 16% sobre a compra de seringas e agulhas.

    Nesta terça, haverá uma reunião extraordinária do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex), convocada apenas para analisar o pedido de redução da tarifa, feito pelo Ministério da Saúde. Na segunda (4), entretanto, o governo restringiu a exportação de seringas e agulhas do Brasil. Uma portaria da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) determinou que a venda destes produtos para outros países precisará de uma "licença especial". Por outro lado, respiradores pulmonares, máscaras, luvas e outros equipamentos usados na resposta à pandemia já exigiam este tipo de aval do governo.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.