• 14/09/2020 18:42
Desvio de dinheiro público

MPF denuncia Witzel, a esposa e mais 10 por organização criminosa

  • 14/09/2020 18:42
    • Gazeta do Povo
    MPF denuncia Witzel
    O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel| Foto: Mauro Pimentel/AFP

    O Ministério Público Federal ofereceu ao Superior Tribunal de Justiça nesta segunda-feira (14) nova denúncia contra o governador afastado do Rio, Wilson Witzel (PSC). No documento assinado pela subprocuradora geral da República, Lindôra Araújo, Witzel é apontado como líder de uma organização criminosa voltada ao desvio de recursos públicos. Além do governador afastado, também foram denunciados a primeira-dama, Helena Witzel, e outros dez envolvidos, entre os quais o presidente nacional do PSC, Pastor Everaldo Pereira, e o ex-secretário de Saúde do estado, Edmar Santos. Conforme a denúncia, a organização criminosa estaria dividida em quatro núcleos e "tinha por pretensão angariar quase R$ 400 milhões de valores ilícitos, ao final de quatro anos, na medida em que objetivava cobrar 5% de propina de todos os contratos”, diz a denúncia conforme o portal G1. No documento encaminhado ao STJ, o MP pede que Witzel perca definitivamente o cargo e que os demais denunciados sejam condenados ao pagamento de indenização ao erário de, no mínimo, R$ 100 milhões. Uma nova denúncia por parte da PGR já era esperada, após manifestação anterior ao STJ.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.