• 25/11/2020 18:19
IBGE

133,3 milhões de pessoas no Brasil dependiam exclusivamente do SUS em 2018

  • 25/11/2020 18:19
  • PorEstadão Conteúdo
    Governo autorizou estudos para incluir unidades básicas de saúde em plano de concessão à iniciativa privada. Gesto foi entendido pela oposição um movimento de privatização do SUS.
    Em todo o Brasil, aproximadamente 133,342 milhões de pessoas não tinham qualquer integrante da família com plano de saúde no ano de 2018, ou seja, eram segurados exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).| Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

    Em todo o Brasil, aproximadamente 133,342 milhões de pessoas não tinham qualquer integrante da família com plano de saúde no ano de 2018, ou seja, eram segurados exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), público e gratuito, segundo os dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2017-2018: Perfil das Despesas no Brasil, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (25). O número equivale a 64,4% da população do País. Apenas 18,1% dos brasileiros tinham plano de saúde para todos os integrantes da família, o equivalente a 37,5 milhões de usuários. Outros 17,4% tinham pelo menos alguém da família com plano, 36 milhões de pessoas nessa condição. "Esse dado já nos dá um panorama da importância do SUS para as famílias. No caso de haver desembolso direto, isso pode gerar efeitos perversos na estrutura de gastos das famílias, ou seja, mudança de alocações orçamentárias para garantir o acesso à saúde privado, diminuindo a demanda por outros bens e serviços", ressaltou o estudo do IBGE.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.