Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

# Após o plenário do STF decidir que as ações da Lava Jato contra Lula não deveriam ter tramitado em Curitiba, a expectativa se volta para o próximo julgamento da Corte, que deve definir pela confirmação ou não da suspeição do ex-juiz Sergio Moro.

***) Uma das grandes derrotas da Lava Jato foi definida na semana passada pelo Supremo Tribunal Federal. Por 8 votos a 3, os ministros confirmaram a decisão do ministro Edson Fachin de retirar da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) os casos da Lava Jato que envolvem o ex-presidente Lula.

Lembrando: em março, Fachin anulou todos os atos processuais de quatro ações em que Lula figurava como réu ou investigado na Lava Jato, por considerar que as acusações não têm relação com o escândalo de corrupção na Petrobras. Essa questão processual acabou deixando Lula novamente elegível para 2022.

Suspeição de Moro no STF

A próxima batalha da Operação Lava Jato no STF acontece nesta semana, quando a Corte deve definir pela confirmação ou não da suspeição do ex-juiz Sergio Moro. A previsão é de que a sessão ocorra na quinta-feira (22).

Este episódio do podcast 15 Minutos analisa o tema e recebe o Olavo Soares, que acompanha esse assunto pela Gazeta do Povo, em Brasília.

***
O podcast 15 minutos é um espaço para discussão de assuntos importantes, sempre com análise e a participação da equipe de jornalistas da Gazeta do Povo. De segunda a sexta, de forma leve e dinâmica, com a duração que cabe na correria do seu dia. Apresentação é do jornalista Márcio Miranda. O programa é publicado no Spotify, Google Podcast, Deezer e no iTunes.

***
Ficha técnica: ‘15 minutos’, podcast de notícias da Gazeta do Povo #Apresentação e roteiro: Márcio Miranda; direção de conteúdo: Rodrigo Fernandes; equipe de produção: Maria Eduarda Scroccaro, Jenifer Ribeiro e Durval Ramos; montagem: Leonardo Bechtloff; identidade visual: Gabriela Salazar; estratégia de distribuição: Gladson Angeli e Marcus Ayres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]