Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O clima esquentou no Mercosul, com presidentes e outras lideranças dos países da região trocando farpas. Tudo isso por causa de uma proposta de flexibilização das regras do bloco que colocou Brasil e Uruguai em rota de colisão com Argentina e Paraguai.

Entenda o que está acontecendo na nossa vizinhança sul-americana em um minuto.

Proposta de flexibilização do Mercosul agrava briga interna no bloco

O conflito no Mercosul começou depois da proposta de flexibilização que prevê que cada estado membro do bloco possa negociar acordos comerciais com outros países e blocos sem o consenso dos demais.

Na prática, isso significa que durante uma negociação comercial do Mercosul com outro bloco ou país, os estados-membros poderiam apresentar propostas diferentes. 

A ideia, encabeçada pelo Uruguai, conta com o apoio do Brasil. Eles alegam que a ideia é facilitar parcerias mesmo quando um ou outro país do Mercosul não está interessado em avançar a discussão.

Por outro lado, Paraguai e Argentina se opõem à proposta, alegando que isso vai contra os fundamentos de união alfandegária que é base do bloco.

Por causa desse impasse, já tivemos uma intensa discussão entre o presidente argentino Alberto Fernández e o uruguaio Luis Lacalle Pou. Até mesmo Paulo Guedes trocou farpas com o ministro da economia da Argentina.

Conteúdo editado por:Jenifer Ribeiro dos Santos
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]