i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Após críticas

Bolsonaro nega que Renda Cidadã seja programa eleitoreiro e diz estar aberto a sugestões

    • Estadão Conteúdo
    • 29/09/2020 10:41
    Bolsonaro nega que Renda Cidadã seja programa eleitoreiro
    Bolsonaro durante o anúncio do programa Renda Cidadã.| Foto: Alan Santos/PR

    Depois da reação negativa à proposta apresentada pelo governo para financiar o programa Renda Cidadã, o presidente Jair Bolsonaro usou o Twitter nesta terça-feira (29) para rebater críticas sobre seu interesse na reeleição. Ele negou estar preocupado com a eleições de 2022 e afirmou que o governo e líderes partidários estão "abertos a sugestões" para financiar o programa, que vai substituir o Bolsa Família.

    "Ao longo da minha vida parlamentar nunca me preocupei com reeleição. Sempre exerci meu trabalho na convicção de que o voto era consequência dele", escreveu Bolsonaro no Twitter. Ele também destacou que o seu recente aumento de popularidade – induzido, principalmente, pelo auxílio emergencial – incomoda adversários, que rotulam suas ações como "eleitoreiras".

    "Minha crescente popularidade importuna adversários e grande parte da imprensa, que rotulam qualquer ação minha como eleitoreira. Se nada faço, sou omisso. Se faço, estou pensando em 2022", disse o presidente.

    O governo apresentou na segunda-feira (28) proposta para bancar o Renda Cidadã. O financiamento da iniciativa se dará com o dinheiro de precatórios (dívidas do governo com terceiros reconhecidas pela Justiça) e recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que pela lei ficam fora do teto de gastos.

    A proposta não foi bem recebida pelo mercado, que viu no modelo de financiamento uma tentativa de dar uma pedalada fiscal e empurrar para futuros governos o pagamento dos precatórios. O formato de financiamento também foi alvo de críticas de parlamentares – que, além do uso do dinheiro de precatórios, também reclamaram de a proposta envolver recursos destinados à educação. Já a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) disse entender que o projeto do governo é inconstitucional por destinar dinheiro de precatórios para um programa social.

    Bolsonaro critica demagogos, comunistas e imprensa ao falar do Renda Cidadã

    "A responsabilidade fiscal e o respeito ao teto são os trilhos da Economia. Estamos abertos a sugestões juntamente com os líderes partidários", disse. "O auxílio emergencial, infelizmente, para os demagogos e comunistas, não pode ser para sempre", afirmou Bolsonaro.

    O presidente ressaltou que suas ações buscam soluções para a economia em 2021 e voltou a criticar a política de isolamento adotada no combate à pandemia da Covid-19. "Estou pensando é em 2021, pois temos milhões de brasileiros que perderam seus empregos ou rendas e deixarão de receber o auxílio emergencial a partir de janeiro de 2021."

    O presidente também criticou a imprensa por não apresentar opções sobre como "atender milhões de desassistidos" pela pandemia. "Os responsáveis pela destruição de milhões de empregos agora se calam", disse, em seguida, sem detalhar a quem se referia. "O meu governo busca se antecipar aos graves problemas sociais que podem surgir em 2021, caso nada se faça para atender a essa massa que tudo, ou quase tudo, perdeu", finalizou Bolsonaro.

    4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 4 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    • P

      PARREIRAS RODRIGUES

      ± 0 minutos

      Senhor Presidente: Toda e qualquer sugestão para o encaminhamento decidido e realmente concreto da Economia brasileira implica em medidas antipáticas que se contrapõem ao seu projeto de reeleição, naturalmente negado por Vossa Excelência, afirmação tão crível quanto à sua fala para a ONU. Mas, solicitado, me atrevo a elencar a diminuição do número de impostos e suas respectivas alíquotas paralelamente à implantação de severa e abrangente política de cobrança aliada à taxação de riquezas e fortunas, profundo corte no número de cargos do quadro funcional, de extinção radical de benesses nele enraizado, medida extensiva à vergonhosa e inaceitável à regiamente privilegiada casta de togados.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • F

      FB

      ± 12 minutos

      Não é eleitoreiro não, imagina! Só vai passar a mão grande no FUNDEB, tirando dinheiro da educação e caloteando precatórios, criando uma situação fiscal absurda, já que precatórios vencidos tem juros de 12% ao ano em cima e passa a imagem de irresponsabilidade absoluta para os investidores e trabalhadores do Brasil. É um pandego mesmo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • F

      Freitas

      ± 17 minutos

      >>> “O governo dá a impressão de que abdicou, de uma vez por todas, do desenvolvimento econômico. A economia vai ficar estagnada e o governo vai fazer assistencialismo para evitar uma situação social caótica. Ou seja, a própria ideia de Renda Cidadã é péssima.”

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • F

      Freitas

      ± 1 horas

      "Essa classe do proletariado que vive como porcos do "bolsa-farelo" vai votar, vai ter maioria aqui dentro para aprovar o que quiser, como faz o Presidente Hugo Chávez na Venezuela." - Discurso proferido na Câmara em 02.04.2088 pelo deputado federal Jair Messias Bolsonaro.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]