Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Gabriel Luiz, 28 anos, é repórter da TV Globo em Brasília
Gabriel Luiz, 28 anos, é repórter da TV Globo em Brasília| Foto: Reprodução/TV Globo

O repórter da TV Globo em Brasília Gabriel Luiz, de 28 anos, foi esfaqueado na noite de quinta-feira (14), em frente ao edifício onde mora, na região do Sudoeste, na capital federal. Segundo o Hospital de Base do Distrito Federal, onde foi internado incialmente, seu estado é grave, porém estável. Na tarde desta sexta-feira (15), ele foi transferido para um hospital particular no Lago Sul.

Imagens de câmeras de segurança exibidas pela TV Globo mostram o jornalista saindo de casa em direção a um comércio por volta de 23h. Na sequência, aparecem outros dois homens que o estariam seguindo. De acordo com informações da emissora, o ataque teria acontecido logo depois. Após o repórter gritar por socorro aos vizinhos, os homens fugiram correndo. Gabriel Luiz foi atingido no abdômen, pulmão, pâncreas e diafragma e foi ferido ainda no braço esquerdo, no pescoço e na perna.

Uma faca que teria sido usada no crime foi apreendida. O caso está sendo investigado pela 3ª Delegacia de Polícia, no Cruzeiro, em princípio como tentativa de latrocínio. A carteira de Gabriel, no entanto, foi localizada no local do crime, e seu celular, que estava desaparecido, foi encontrado na manhã desta sexta (15).

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal informou que “todas as forças de segurança estão empenhadas na captura dos bandidos”. Disse ainda não descartar qualquer hipótese sobre as razões do ataque.

A TV Globo se manifestou sobre o caso por meio de nota. “A Globo lamenta profundamente o ocorrido. Está aguardando as investigações da polícia e prestando toda ajuda ao nosso repórter e aos familiares. A Globo repudia veementemente todas as formas de violência e espera que o caso seja esclarecido o mais rapidamente possível.”

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) publicou nota em que lamenta profundamente o ataque ao repórter e deseja o restabelecimento de sua saúde. “Diante da escalada da violência contra jornalistas no Brasil, é preciso uma averiguação criteriosa da motivação do crime, para que seja esclarecido se está vinculado ao exercício profissional”, diz trecho do texto.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) também pediu rigor por parte das autoridades do Distrito Federal na apuração do episódio, “com especial atenção para a possibilidade de o crime ter ocorrido em decorrência do exercício da profissão”. A entidade lembra que Gabriel Luiz tem histórico de reportagens investigativas.

Diversas autoridades também e manifestaram. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse ter recebido com indignação a notícia do atentado contra o jornalista. “Gabriel vocaliza as reivindicações de comunidades do DF, fazendo jornalismo investigativo profundo e sério. Desejo pleno restabelecimento ao profissional”, escreveu o ministro no Twitter.

Deputados e senadores dos mais diversos partidos também declararam solidariedade e cobraram rigor na investigação do crime. “Minha solidariedade ao repórter da TV Globo Gabriel Luiz, de 28 anos, esfaqueado na noite passada, em Brasília. Na torcida pela sua pronta recuperação. Espero que o crime seja investigado com rigor e que os responsáveis sejam punidos”, disse o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]