i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Vacinas contra Covid-19

Governo restringe exportação de seringas após fracasso em compra da Saúde

    • Estadão Conteúdo
    • 03/01/2021 16:18
    Em pregão, Ministério da Saúde adquire apenas 2,4% das seringas e agulhas necessárias
    Ministério da Saúde quer proibir a exportação de seringas e agulhas, após fracasso na compra de insumos para a campanha de vacinação contra a Covid-19| Foto: Pixabay

    O governo federal restringiu a exportação de seringas e agulhas após o fracasso na primeira tentativa de compra destes produtos feita pelo Ministério da Saúde para a campanha de vacinação contra a Covid-19. A decisão foi publicada em 31 de dezembro por meio de portaria da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

    No último dia 29, o governo federal só conseguiu encaminhar o contrato de 7,9 milhões dos 331 milhões (2,4% do total) de conjuntos destes produtos, procurados por meio de pregão eletrônico. No dia 31, o secretário-executivo da Saúde, Elcio Franco, enviou ofício ao Ministério da Economia pedindo para incluir agulhas e seringas no rol de itens essenciais ao combate da epidemia, ou seja, que podem ter a exportação impedida. Por causa de um decreto assinado em junho pelo presidente Jair Bolsonaro, a exportação destes produtos pode ser proibida para evitar o desabastecimento no Brasil.

    Pela decisão da Economia, a venda destes produtos para outros países passa a exigir "licença especial de exportação de produtos para o combate à Covid-19". Respiradores pulmonares, máscaras, luvas e outros equipamentos usados na resposta à pandemia já exigiam este tipo de aval do governo para serem exportados.

    Em perfis institucionais nas redes sociais, o Ministério da Saúde chamou de "fake news" notícias sobre a dificuldade do governo de encontrar seringas. Mas o fracasso neste mesmo processo de compra foi justamente o argumento apresentado para pedir o veto às exportações.

    A indústria nacional de produtos hospitalares alerta o ministério desde julho sobre a necessidade de planejar a compra desses insumos. Superintendente da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo), Paulo Henrique Fraccaro disse que as exportações representam cerca de 10% dos negócios do setor e seriam destinadas principalmente para vizinhos da América do Sul.

    Segundo o edital do pregão, o ministério desejava receber a primeira parcela de dez milhões de unidades de seringas e agulhas 30 dias após a assinatura dos contratos. Os produtos também serviriam para a campanha contra o sarampo.

    A data máxima planejada para a chegada dos insumos era 28 de fevereiro, mais de um mês após o dia 20 de janeiro, apontado como melhor cenário pelo governo para começar a imunização contra a Covid-19. Se os preços estimados pelo ministério fossem seguidos, a compra de todas as 331 milhões de unidades somaria cerca de R$ 60,7 milhões.

    O ministério tenta ainda outra compra destes produtos por meio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). Segundo o documento enviado à Economia, o Ministério da Saúde aumentou a expectativa de aquisição por meio desta organização de 40 milhões para 190 milhões de seringas e agulhas.

    Bolsonaro culpou o mercado inflacionado pela dificuldade em realizar a compra. "Vocês sabem para quanto foi o preço da seringa? Aqui é Brasil. Sabem como está a produção disso? Como o mercado reagiu quando souberam que vão comprar 100 milhões ou mais de seringas?", afirmou Bolsonaro em transmissão nas redes sociais no último dia 31.

    Insumos mais caros

    O superintendente da Abimo, Paulo Henrique Fracarro, afirma que a indústria nacional teria condições de oferecer cerca de metade das seringas procuradas pela pasta caso o lance mínimo permitido fosse mais alto. Ele diz que a produção destes insumos está mais cara pela variação do câmbio e inflação.

    Apesar da falta de lances, Fracarro declara ainda que o ministério não deveria aceitar ofertas de produtos sem registro na Anvisa. "Não é porque não houve oferta de empresa brasileira que deve ser aceito um produto lá de fora, sem registro. Pode ser um oportunista nesse momento."

    Em nota sobre o pregão, divulgada no último dia 30, o Ministério da Saúde reconhece que três dos quatro itens procurados fracassaram "porque os lances ofertados pelos licitantes ficaram superiores ao preço estimado e mesmo com tentativas de negociação não foi possível chegar ao valor estabelecido, bem como alguns licitantes não apresentaram os documentos de qualificação técnica", diz a pasta.

    O ministério ainda afirma que o pregão está em andamento e a proposta de 7,9 milhões de unidades "carece de avaliação da documentação de habilitação técnica, bem como validação da proposta pela área demandante desta pasta."

    Atualização

    O texto foi atualizado para incluir a informação sobre a decisão da Secretaria de Comércio Exterior de restringir a exportação de seringas e agulhas.

    Atualizado em 03/01/2021 às 19:19
    17 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 17 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • A

      ARMINDO VILSON ANGERER

      04/01/2021 0:47:23

      E alguém de bom senso e no perfeito juízo tem dúvida de que esse governo é irresponsável e imconpemte (sic...sic|) de fato! O Brasil ainda vai perceber, na sua história de que jamais tivemos um governo tem incompetente e tão fora da realidade do que o atual. Desde o Presidente, quanto ao do ministro da saúde! Aliás, Ministro da saúde? Existe ministro da saúde nesse governo?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      1 Respostas
      • H

        Hermes Wessa

        04/01/2021 0:59:36

        Vergonha das FA estarem participando deste genocídio premeditado, lembremos que milhōes foram gastos com a tal cloroquina e que estes ineptos foram alertados desde junho sobre a escassez dos insumos para a vacinação. A incompetência que você menciona é proposital e criminosa!

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

    • M

      MAURICIO

      03/01/2021 23:32:11

      Este papo de insumos é só para inglês ver pois as indústrias aqui só colocam as marcas e importam praticamente tudo. Está tendo falta de luvas pois são produzidas na Malásia e as agulhas e seringas são mande im China.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      1 Respostas
      • H

        Hermes Wessa

        03/01/2021 23:38:41

        Não espalhe isto para os Bolsominions, senão as inocentes crianças não receberão mais vacinas para Sarampo e poliomelite. Estes ignóbeis andam dizendo que existem chip líquido para controlar suas brilhantes mentes!

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

    • M

      MAURICIO

      03/01/2021 23:28:01

      Trabalho na área de saúde e digo que mais de 90% dos materiais são importados. Trabalho com laboratório e todas as agulhas e seringas são importadas .

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • P

        Paulo Zuccato

        03/01/2021 22:12:45

        Dica aos leitores da Gazeta: toda vez que ver depois do título da matéria escrito “Por Estadão Conteúdo” já mude de página. Irá só passar raiva com fake news e truques para tirar esse governo que está aí e não torra o dinheiro dos contribuintes com anúncios na mídia, principalmente no Estadão. Troque de página, não vale a pena seu tempo.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        2 Respostas
        • B

          Bingo Two

          03/01/2021 23:58:33

          Os comunistas estão com inveja desta atitude intervencionista do governo Bozo. “Tem que deixar o mercado se ajustar sozinho!” Que vergonha hein gentinha da “direita trevosa”. Lula e Dirma não tiveram a chance de fazer este tipo de intervenção no mercado!!!! Aliás, os “comunistas” que melhoraram o SUS eram motivo de ódio da classe trabalhadora gourmet, que tinha um cartão do Bradescão na carteira.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

        • H

          Hermes Wessa

          03/01/2021 23:33:25

          Passe o número do teu grupo de whatsapp pra gente ter informações confiáveis e isentas. Por favor preste este favor à nação !

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

      • S

        Salo

        03/01/2021 21:31:33

        A tendência será as fabricas de seringas no Brasil, transferirem as produções para outros países que ofereçam segurança para as atividades. Ninguém pode ser obrigado a produzir e vender para o governo com preços abaixo do custo. Simples.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • R

          Roberto Fakir

          03/01/2021 20:45:20

          Primeiro : a obrigação de compra de seringas e agulhas para aplicação de vacinas é do governador de cada estado. O João Glória já disse que comprou tudo. Segundo : ficar falando em FRACASSO é querer tentar DENEGRIR o ministério da saúde. Terceiro : quando a pandemia terminar, a Globo, CNN, Folha, Estadao vão viver de que? Falar mal do Bolsonaro porque o Trump já era.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          4 Respostas
          • F

            FB

            04/01/2021 0:43:55

            Não precisa denegrir. A "organização" do MiniSa já diz tudo por si só.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

          • B

            Bingo Two

            03/01/2021 23:59:44

            Huuummmmm. Huuuuummmm. Huuummmmm.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

          • L

            Luis Renato Queiroz

            03/01/2021 21:54:56

            Quer dizer que Globo, CNN, Folha, Estadão, não existiam antes da era Trump / Bolsonaro ?

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

          • H

            Hermes Wessa

            03/01/2021 21:12:57

            Para nossa sorte Bolsonaro terá um fim bem próximo, aos orgãos de imprensa cabe a divulgação dos fatos. A alguns anos atrás eram os petistas que chamavam estes de " golpistas" , até nisto seus siâmeses de verde amarelo são iguais.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • S

          Salvador

          03/01/2021 20:41:06

          Bolsonaro vai culpar TUDO e TODOS por qualquer dificuldade, que são naturais de ocorrer numa complexa operação destas. NADA será culpa dele, tudo será de alguém, parte de suas duas atividades na vida: culpar alguém e falar merd@.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          1 Respostas
          • B

            Bingo Two

            04/01/2021 0:00:32

            Miliciano! Manda alguém fazer o serviço sujo e de isenta. Igual Sinhozinho Malta.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • J

          J. Neto

          03/01/2021 20:19:48

          É compreensível a expectativa em relação às seringas e outros insumos para a aplicação da vacina. Por outro lado é importante ter em mente que essas 330 milhões de seringas serão utilizadas ao longo do todo o ano, possivelmente até dezembro. É uma compra que o governo está fazendo com muita responsabilidade, para não dar margem a que oportunistas ganhem recursos públicos de forma ilícita.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          Fim dos comentários.