# No governo, a informação predominante é a de que Bolsonaro cumprirá a promessa feita em 2019, quando disse que indicaria um ministro "terrivelmente evangélico" para o STF.

***) Em 2020, o presidente Jair Bolsonaro indicou o primeiro nome para uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal. O então decano Celso de Mello se aposentou e o ministro Kássio Nunes Marques assumiu a cadeira.

A primeira indicação não foi a de um ministro “terrivelmente evangélico”, como Bolsonaro já prometeu tantas vezes. Será que essa vai ser a escolha agora?

Segunda indicação de Bolsonaro: é a vez do ministro "terrivelmente evangélico"?

Em 2021, Marco Aurélio Mello vai se aposentar da Suprema Corte. Virá, então, a segunda indicação de Bolsonaro

A previsão é a de que Bolsonaro apresente o nome até 12 de junho, quando faltará um mês para o ministro Marco Aurélio completar 75 anos e atingir a idade de aposentadoria compulsória. O presidente da República indicou Nunes Marques em 1º de outubro, 30 dias antes do ex-ministro Celso de Mello fazer 75 anos.

Neste episódio do podcast 15 Minutos, o repórter Rodolfo Costa, da Gazeta do Povo, traz um panorama dos nomes que já estão na “bolsa de apostas”. Quem será o segundo indicado de Bolsonaro para a Suprema Corte do país?

***
O podcast 15 minutos é um espaço para discussão de assuntos importantes, sempre com análise e a participação da equipe de jornalistas da Gazeta do Povo. De segunda a sexta, de forma leve e dinâmica, com a duração que cabe na correria do seu dia. Apresentação é do jornalista Márcio Miranda. O programa é publicado no Spotify, Google Podcast, Deezer e no iTunes.

***
Ficha técnica: ‘15 minutos’, podcast de notícias da Gazeta do Povo #Apresentação e roteiro: Márcio Miranda; direção de conteúdo: Rodrigo Fernandes; equipe de produção: Maria Eduarda Scroccaro, Jenifer Ribeiro e Durval Ramos; montagem: Leonardo Bechtloff; identidade visual: Gabriela Salazar; estratégia de distribuição: Gladson Angeli e Marcus Ayres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]