i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Orçamento

Um veto de R$ 30 bilhões: o que está em jogo na briga de Bolsonaro com o Congresso

  • 02/03/2020 13:00
Sessão do Congresso Nacional em dezembro, em que houve a votação do orçamento impositivo.
Sessão do Congresso Nacional em dezembro, em que houve a votação do orçamento impositivo.| Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), agendou para terça-feira (3), às 14h, a sessão do Congresso Nacional que deverá analisar oito vetos presidenciais. Entre eles está o veto de número 52, que derruba alterações feitas pelo Congresso Nacional na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020.

O veto tem mobilizado parlamentares e o governo desde dezembro, quando foi anunciado. A questão motivou uma troca de farpas pública entre o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). E levou à convocação de atos a favor do presidente Jair Bolsonaro em 15 de março.

O principal motivo da disputa é a gestão de R$ 30 bilhões no Orçamento deste ano. O projeto, que teve trechos vetados por Bolsonaro, foi aprovado em dezembro de 2019 e inclui entre as emendas impositivas – que obrigatoriamente têm de ser pagas pelo governo – aquelas feitas pelo relator e pelas comissões do Orçamento. Além disso, determina que o governo empenhe (reserve para pagamento), em um prazo de 90 dias, o valor referente a emendas parlamentares.

As emendas impositivas reduziriam ainda mais a margem de recursos disponíveis para livre utilização do governo – os chamados gastos discricionários. Limitado pelo crescimento de despesas obrigatórias, que incluem os gastos com pessoal e Previdência e os mínimos constitucionais (para investimentos em saúde e educação), o governo tem espaço cada vez menor para investimentos.

Segundo cálculos da Instituição Fiscal Independente (IFI), 94% do Orçamento Federal está engessado com gastos obrigatórios.

Na justificativa do veto, o governo afirma que a imposição das emendas parlamentares é "contrária ao interesse público" justamente por aumentar o volume de despesas obrigatórias.

Gastos voltam à lista de despesas que não podem ser contingenciadas

Outro trecho vetado pelo presidente inclui, entre as despesas que não podem ser contingenciadas pelo governo federal, os gastos com ações de pesquisa e inovações para agricultura; com o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); e com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

À exceção dos gastos com pesquisa e inovação para agricultura, os demais itens já haviam sido incluídos pelos parlamentares na lista de despesas que não poderiam ser bloqueadas em 2020. Bolsonaro, entretanto, vetou a previsão – poupando do contingenciamento apenas projetos das Forças Armadas e despesas vinculadas à função de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Na justificativa para o novo veto, o governo volta a argumentar que a inclusão dessas despesas na lista dos gastos que não podem ser contingenciados eleva a rigidez do orçamento, dificultando o cumprimento da meta fiscal e da regra de ouro.

Orçamento foi ficando cada vez mais impositivo

A lei do Orçamento que previu os R$ 30 bilhões sob gestão do relator é a consolidação de um processo que se iniciou no Congresso ainda na década passada – e que teve entre os apoiadores o então deputado federal Jair Bolsonaro.

Ao longo dos anos, os congressistas cobraram a efetivação do pagamento das emendas parlamentares. A queixa dos deputados e senadores era de que eles aprovavam a inclusão das emendas no Orçamento, mas o Poder Executivo era soberano para determinar se iria, ou não, desembolsar os recursos. Assim, muitas requisições apresentadas pelos parlamentares acabavam sem resultados concretos.

Para reverter o quadro, em 2015 o Congresso aprovou uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que determinou a obrigatoriedade do pagamento das emendas individuais apresentadas pelos parlamentares.

No mesmo ano, o então deputado Jair Bolsonaro deu uma entrevista à jornalista Mariana Godoy em que elogiava a imposição das emendas. "Esse Congresso melhorou muito em relação ao passado, em especial graças ao atual presidente [da Câmara], Eduardo Cunha (...). O governo não chantageia mais [o Congresso]", afirmou. As declarações foram resgatadas pelo colunista Lauro Jardim, do jornal "O Globo".

Rigidez orçamentária aumentou ainda mais em 2019

No ano passado, o Parlamento aprovou outra PEC tornando o orçamento ainda mais impositivo. O texto expandiu a mesma regra também para as emendas protocoladas pelas bancadas estaduais.

A aprovação das PECs transformou o panorama da efetividade das emendas. Dados disponibilizados pelo portal Siga Brasil, do Senado, apontam que, a partir de 2016, as emendas passaram, de fato, a ser desembolsadas pelo governo.

Em 2018, foram R$ 11 bilhões autorizados e, em 2019, R$ 13 bilhões. Com a inclusão das emendas do relator e de comissões, conforme foi aprovado para a LDO de 2020, o montante em despesas impositivas do Congresso chega a R$ 46 bilhões neste ano, dividido da seguinte forma:

  • Emendas de bancada: R$ 5,9 bilhões
  • Emendas individuais: R$ 9,5 bilhões
  • Emendas do relator-geral: R$ 30,1 bilhões
  • Emendas de comissão: R$ 687 milhões

A quantia fora do habitual tem sido citada por governistas como uma justificativa para explicar por que Bolsonaro e seus aliados foram favoráveis ao orçamento impositivo no passado, mas agora defendem o veto.

"Uma coisa é você fortalecer o Orçamento, que no fundo é uma peça de planejamento. É importante que o orçamento seja impositivo para que investidores e a própria sociedade saibam exatamente onde cada centavo dos nossos tributos vai ser empregado pelo Executivo na ponta. Outra coisa é você tirar R$ 30 bilhões do Executivo e passar para o Legislativo, que vai descentralizar esse recurso, sem seguir necessariamente as políticas que foram aprovadas durante as eleições", declarou o líder do governo na Câmara, Vitor Hugo (PSL-GO), em vídeo divulgado nas redes sociais.

Embora agora o governo critique congressistas por "tirarem" R$ 30 bilhões do Executivo, no que foi classificado de "chantagem" pelo ministro Heleno, parlamentares governistas não se opuseram à aprovação desse mesmo projeto no fim de 2019. A matéria foi aprovada em dezembro, em votação simbólica.

Na ocasião, deputados afirmaram que as alterações no texto – que havia sido enviado ao Congresso pelo próprio Executivo, e depois modificado pelos parlamentares – haviam sido costuradas com a liderança do governo.

Expectativa para a votação desta terça

A sessão do Congresso que decidirá sobre o veto havia sido agendada anteriormente para o dia 12 de fevereiro, mas foi cancelada após a falta de acordo entre os parlamentares e o Executivo.

O debate tem se colocado à margem das habituais disputas entre governo e oposição. O veto de Bolsonaro é defendido, por exemplo, pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição no Senado. E a derrubada é advogada por parlamentares de diferentes partidos, em especial os de centro. O deputado Toninho Wandscheer (PROS-PR) é favorável à rejeição do veto – e ele é um dos vice-líderes do governo no Congresso.

Governista, o deputado Bibo Nunes (PSL-RS), por outro lado, disse acreditar que o Congresso mantenha o veto de Bolsonaro. "A tendência é manter. Não será fácil, mas acredito que será essa a decisão", declarou. Nunes afirmou que o momento exige que os parlamentares que apoiam o governo mostrem "100% de apoio" e garantam a votação necessária a Bolsonaro.

Na apreciação do projeto em dezembro, no entanto, o próprio Nunes orientou a bancada do PSL a votar "sim" ao projeto de lei que engessou os R$ 30 bilhões.

Para que o veto seja derrubado, é necessário que a maioria de deputados federais e senadores, em votações separadas, optem pela rejeição. Se uma única Casa optar pela manutenção do veto, a derrubada é descartada. A obrigatoriedade é da negativa da maioria dos parlamentares, e não apenas dos presentes na votação.

26 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 26 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • H

    Harrison Bezerra Rodrigues

    ± 1 dias

    Ou esse veto permanece ou entraremos no parlamentarismo tupiniquim, onde o roubo e a ganância estará presente por um extenso tempo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • R

      Rogério R

      ± 2 dias

      "O senado e a câmara se transformaram em duas quadrilhas chefiadas por alcolumbre e maia! Acostumados com a tal da "articulação", que nada mais é do que a troca de aprovações de projetos no congresso por: cargos, ministérios, verbas, mamatas, pixulécos e afins (que eram praticadas no tempo dos esquerdistas do pt e psdb),... as quadrilhas estão reagindo a honestidade de Bolsonaro e tentando tomar o dinheiro dos pagadores de impostos "na marra"! Querem forçar os gastos em seus esquemas para receber pixuléco! Dia 15 precisamos nos posicionar: Vamos continuar mudos trabalhando para sustentar as quadrilhas dos "caça-pixuléco" maia e alcolumbre, ou vamos dizer BASTA?"

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • L

        LEANDRO OGAVA DE PAULA SOUZA

        ± 2 dias

        Vergonhosa atuação do legislativo. Clara demonstração de tentativa de sabotagem ao executivo federal. Algo há de ser feito, isto é inadmissível!

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • I

          Isadora

          ± 3 dias

          Reclamava do congresso anterior. Chegaram as eleições e renovamos 70% do Congresso. No entanto as falcatruas e armações continuam. O gordinho com presidente é uma das maiores vergonhas do Brasil. Desisto.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          2 Respostas
          • H

            Herman Bruhns

            ± 2 dias

            Não desista. Vamos fazer nossa parte. Dia 15 vamos às ruas!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

          • F

            Fernando Cavalcante

            ± 3 dias

            Não vamos desistir. Vamos renovar nomante, e mais profundamente.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • A

          Antonio Cousseau

          ± 3 dias

          O QUE ESTÁ EM JOGO? SE DERRUBAREM O VETO O FUTURO DO BRASIL ESTÁ COMPROMETIDO.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • P

            Pascoal

            ± 3 dias

            De forma resumida sabe quem são os responsáveis diretos pela ida do povo às ruas no dia 15 de março? São os próprios deputados e senadores, e ninguém mais. Dizer o contrário é mentira. Não mencionar a culpa direta dos parlamentares pelo que está acontecendo pode ajudar a compor belas construções de pensamento, sobretudo quando acabam por jogar a culpa de tudo no presidente da República – mas é apenas mentira.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • E

              Everaldo Basso

              ± 3 dias

              Congresso Nacional é uma grande quadrilha que assalta vergonhosamente o Brasil. Basta ver a "lisura" dos seus dois líderes. Ambos estariam presos em qualquer país minimamente sério.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • A

                André

                ± 3 dias

                Questão que tem que ser resolvida com negociação.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • A

                  Alexandre Paranaense

                  ± 3 dias

                  Quando deputado era totalmente favorável. Agora quer fazer a população se revoltar com o Congresso. Pelo que entendi o Bolsonaro quer investir mais na área militar. Sinto muito, mas é revoltante.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • H

                    Herman Bruhns

                    ± 3 dias

                    É por isso que dia 15 todo brasileiro de bem com alguma consciência deve ir às ruas. Dia 15 eu estarei lá!

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • F

                      FERNANDO BITTENCOURT VARGAS

                      ± 3 dias

                      Eduardo Bolsonaro votou a favor do orçamento impositivo em 26/03/19. E com o apoio do PSL, e sim, contra o governo. Eduardo diz ter se inspirado nas convicções de seu pai, em seu voto no plenário. Votou assim Bolsonaro também no governo Dilma. E agora acusam o congresso de chantagem? É muita cara de pau! É preciso ter memória para desmascarar vigarices.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      2 Respostas
                      • C

                        CSG

                        ± 3 dias

                        O pior cego é aquele que não quer ver, governo incompetente , quer arrumar um culpado para sua incapacidade de governar.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                      • D

                        Daniel Jr Hecke

                        ± 3 dias

                        você esta enganado! o orçamento impositivo foi muito menor e sem obrigatoriedade de cumprir a agenda do congresso! Essa PEC nada tem a haver com a anterior.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                    • L

                      LIVIO MOZARTH MENDES MARCAL

                      ± 3 dias

                      Essa é a tal democracia. Os poderes são independentes, mas um tem mais poder que o outro e um pode simplesmente anular o outro. O povo que é quem mantem a parada assiste.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • L

                        Luiz carlos bittencourt

                        ± 3 dias

                        Nova chantagem pra substituir a velha política e manter a população brasileira nas mãos de mafiosos

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • M

                          Mário

                          ± 3 dias

                          A maior vergonha deste país que está nas mãos dos bandidos do Congresso e STF. E o dinheiro para o investimento no povão !!?? Fechem tudo !!!

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • M

                            Marko

                            ± 3 dias

                            Absurdo esse joguinho de poder para sugar o dinheiro do contribuinte. Depois que as pessoas começarem a matar políticos, não reclamem. o nhonho e o batoré seriam os primeiros. Dois porcos no rolete!

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            1 Respostas
                            • H

                              Herman Bruhns

                              ± 3 dias

                              KKKKKKKKKKK

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                          • J

                            João Viggiani

                            ± 3 dias

                            Impossibiltados de roubarem sob o beneplácito do Executivo, pois o loteamento do Estado e das Estatais acabou, o Congresso tira do Presidente a possibilidade de executar qualquer coisa, cortando quase 100% da verba discricionária. E ainda ficam com mais 30 bilhões para roubarem legalmente, sem prestar contas.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • N

                              Nilo Lemos

                              ± 3 dias

                              As Emendas Impositivas são uma chantagem dos parasitas! #EuApoioBolsonaro #Dia15PorBolsonaro #Dia15BrasilNasRuas

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • N

                                NELSON UMEDA

                                ± 3 dias

                                Este congresso não está interessado no bem do Brasil, apenas nos seus interesses pessoais e partidários. Tem que manter o veto e o povo cobrar mais responsabilidade dos deputados e senadores, vamos trabalhar a favor do Brasil.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • M

                                  MAFerreira

                                  ± 3 dias

                                  Querem parlamentarismo? Vamos aprová-lo, mas que seja puro, com um Primeiro Ministro que tenha poderes de dissolver o parlamento e convocar novas eleições. É assim que funciona na maioria dos países que o adotam, inclusive Israel. Mas isto com certeza esses parasitas do Congresso não querem. O PT com certeza não vai querer. Quando houve aquele plebiscito na década de 80 sobre adoção do parlamentarismo, Lula fazia coro com os parlamentaristas até o PT exigir e o convencer para virar completamente a casaca e passar a perfilar junto aos presidencialistas. O parlamentarismo não permitiria ao PT aparelhar as instituições como fez.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • M

                                    Marcos eisenschlag

                                    ± 3 dias

                                    e' por muito mais do que 30 bilhoes. LIBERDADE NAO TEM PRECO!!!

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    • C

                                      Curitibano

                                      ± 3 dias

                                      Heleno Nunes foi condescendente. Não é apenas chantagem, é roubo do dinheiro arrecadado dos contribuintes para que os "nobres" parlamentares se locupletam. Vivemos o regime "paralamentar"!

                                      Denunciar abuso

                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                      Confira os Termos de Uso

                                      Fim dos comentários.