Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Jornalista deveria ser o último sujeito na fila a defender algum tipo de censura contra a liberdade plena de expressão. Afinal, ele vive disso, de emitir suas opiniões, fazer suas análises, entrevistar quem quer que seja, por mais polêmico, e tentar lançar luz sobre aquilo que os poderosos adorariam manter na sombra.

Ocorre que muitos jornalistas - ou militantes disfarçados de jornalistas - são os primeiros a se calar ou mesmo aplaudir quando um corrupto autoritário feito Lula ameaça na cara dura com "regulamentação da internet", além da própria imprensa. Ninguém poderá alegar ter sido pego de surpresa, pois o ex-presidente ladrão confessa sua intenção.

O Secretário Nacional de Incentivo e Fomento à Cultura, André Porciuncula, resumiu: "A grande mídia não está preocupada com as ameaças de censura dos meios de comunicação, feitas pelo ex-presidiário. A grande mídia nunca almejou liberdade de imprensa, ela almeja gordas verbas públicas".

Claro que toda generalização acaba sendo injusta, e há raras e honrosas exceções. Mas parece inegável que uma ala da velha imprensa se encanta até com a possibilidade de volta do PT, se isso significar a saída de Bolsonaro e também o resgate de verbas públicas mais suntuosas para seus veículos de comunicação.

A mistura do viés ideológico com a ambição financeira explica boa parte da postura que vemos em nossa velha imprensa. A imensa maioria dos jornalistas é de esquerda, simpática ao PT, PSOL ou PSDB - lembrando que os tucanos são basicamente "petistas sem coragem", como definiu muito bem a deputada Janaina Paschoal, ao comentar o "chamego" entre Alckmin e Lula.

Enquanto isso, o político Sergio Moro, que se mostra um tanto tucano em todos os aspectos, acena para o mesmo Lula, afirmando que "não guarda mágoa dele". Ninguém entendeu o motivo pelo qual o ex-juiz deveria guardar mágoa do criminoso que ele julgou e condenou, com base em fartas evidências, tanto que foi mantida a decisão em outras instâncias.

Vale lembrar que Lula já tinha declarado que não tinha mágoas também, que o sofrimento do povo era infinitamente maior que o dele, comentando sobre a Lava Jato e Moro. Vai dar namoro? Será que veremos Moro e Lula no mesmo palanque contra Bolsonaro? É impossível descrever em palavras o tamanho da minha decepção com esse daí…

Lula é fundador do Foro de SP ao lado do tirano Fidel Castro, sempre defendeu a ditadura comunista em Cuba, apoiou com determinação os governos ditatoriais de Chavez e Maduro na Venezuela, e seu PT recentemente parabenizou o companheiro Daniel Ortega pela vitória "democrática" na Nicarágua, ignorando que o ditador socialista prendeu todos os seus adversários antes. Lula promete censura se voltar ao poder.

Mas, mesmo diante de tudo isso, boa parte da nossa velha imprensa se cala, na melhor das hipóteses. Não é mais uma imprensa que mereça tal nome. Temos uma ex-imprensa, um prostíbulo de aluguel ávido pelos recursos desviados do petrolão para irrigar seus cofres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]