Blog / 

Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Bandeira assinada por refugiados e políticos perseguidos vira símbolo da resistência à ditadura de Maduro

0

Depois de três anos em território venezuelano, a bandeira abaixo-assinado do MERCOSUL, enviada pelo documentalista brasileiro Dado Galvão para o jornalista venezuelano Carlos Javier, em 2015, retornou ao Brasil (18/6/2018), por meio do correio postal, com assinaturas de vítimas da repressão, presos políticos, familiares de ativistas que estão presos, defensores dos direitos humanos, deputados, estudantes, religiosos e líderes comunitários.

Assinaram a bandeira o então deputado Juan Guaidó, hoje presidente encarregado da Venezuela, Leopoldo López (preso politico), Lilian Tintori, Maria Corina Machado, refugiados venezuelanos que vivem no estado da Bahia e no Uruguai, parlamentares do Mercosul, e até mesmo o sambista Martinho da Vila. 

Em maio de 2018, uma das ações da missão foi motivar os alunos da Escola Estadual Luís Eduardo Magalhães, a escreverem cartas de apoio direcionadas aos imigrantes e refugiados venezuelanos que estão em Roraima. As cartas foram entregues em junho/2018, aos refugiados venezuelanos que vivem em Roraima, ao receber uma carta os refugiados eram convidados a escrever outra carta para os parlamentares do Parlasul.

Dado Galvão e o fotógrafo Arlen Cezar viajaram em setembro de 2018 para Montevidéu, Uruguai, onde entregaram aos parlamentares do Parlasul (Parlamento do Mercosul) cartas escritas por refugiados venezuelanos que vivem em Salvador (Bahia), Boa Vista, Pacaraima (fronteira Brasil-Venezuela) no estado de Roraima, como parte das ações da Missão Ushuaia, Venezuela.

O trabalho de ativismo está sendo documentado para construção de um documentário dentro das ações culturais e humanitárias da Missão Ushuaia, Venezuela, que busca promover a cidadania Mercosul e reivindicar o respeito ao Protocolo de Ushuaia, assinado pela Venezuela, no marco de sua entrada no Mercosul, onde se comprometeu a respeitar os Direitos humanos e liberdades democráticas. A Venezuela foi suspensa do Mercosul, em agosto de 2017.

Dias 1 e 2 de maio, a bandeira abaixo-assinado do Mercosul será levada para Boa vista e Pacaraima, no estado de Roraima, onde refugiados e migrantes venezuelanos poderão deixar sua mensagem na bandeira. Os integrantes da missão pretendem entregar em território venezuelano ao presidente encarregado da Venezuela, Juan Guaidó, a bandeira do Mercosul.

Tramita no PARLASUL, projeto do parlamentar argentino Humberto Benedetto que declara Missão Ushuaia de interesse cultural e humanitário, a declaração foi aprovada na Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Desportes do Parlasul e será votada em plenário no dia 12 de março. Saiba mais sobre a missão em: www.MissaoUshuaia.org

Nesse vídeo Dado Galvão explica mais sobre sua missão:

Rodrigo Constantino

8 recomendações para você

Sobre / 

Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Loading Facebook Comments ...

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito