Blog / 

Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

O que nos espera em 2018? Conflitos ou redenção?

Por Adolfo Sachsida, publicado pelo Instituto Liberal

Se não me falha a memória estávamos no início de 2011, era a inauguração do Instituto Carl Menger. Tive a honra de ser convidado para lá palestrar. Na sessão de perguntas me lembro de responder que tinha muito medo de 2018. Argumentava que teríamos uma crise econômica muito severa em 2015 e os extremos atrairiam muitos adeptos. Argumentava que nas eleições presidenciais de 2018 os extremos seriam confrontados e a chance de conflitos seria grande.

O tempo passou, a crise de 2015 ocorreu, e os extremos realmente ganharam força. O ano de 2018 se aproxima e meu medo só aumenta. Infelizmente o PT optou por criminalizar a opinião contrária: se você apoia o impeachment eles te rotulam de golpista; se fala contra cotas eles te acusam de racista; se adverte contra os riscos de uma fronteira desguarnecida eles te chamam de xenófobo. Essa postura é irresponsável, pois criminaliza todos que pensam diferente. Como irão se portar quando Bolsonaro, ou Doria, ou qualquer outro antipetista se destacarem nas pesquisas?

Como será que os grupos de esquerda, doutrinados por pelo menos 14 anos de governo petista, irão se portar frente ao crescimento de candidatos de direita? Lembre-se de que Lula comemorava a inexistência de candidatos de direita nas eleições presidenciais de 2010. Você realmente acredita que eles irão aceitar o debate de ideias? Você realmente acredita na ética de um grupo que defende a inocência de Lula, e apoia a ditadura de Nicolas Maduro na Venezuela?

Tenho vários colegas de esquerda, e vários deles votam no PT. Eles têm todo direito de assim procederem. Esse artigo não é uma crítica a quem vota na esquerda, mas sim um alerta: está na hora da esquerda voltar a debater ideias, está na hora da esquerda parar de rotular seus adversários de nazistas. Ou como vários esquerdistas gostam de dizer: Mais Amor, por favor!

Tenho muito medo do que nos espera em 2018. Honestamente acredito que teremos pancadaria nas ruas, acredito que teremos grupos de segurança para garantir a ocorrência de comícios. Triste, mas a cada dia que passa vejo nosso futuro mais negro. Esse artigo é um pedido: respeito! Vamos respeitar quem pensa diferente de nós, vamos respeitar o contraditório e acima de tudo vamos lembrar de que somos todos brasileiros, esse é nosso país. Vamos acalmar os ânimos enquanto ainda é tempo.

8 recomendações para você

Sobre / 

Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito