Blog / 

Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Por que não faz sentido falar de Impeachment do Bolsonaro?

Por João Luiz Mauad, publicado pelo Instituto Liberal

Alguns políticos e analistas mais apressadinhos já começam a falar de impeachment. A esses, cabe lembrar que o processo de impeachment não é um processo meramente político, mas também jurídico. É preciso cumprir uma série de requisitos e pressupostos legais para a abertura de um processo de tamanha importância.

A primeira etapa é apontar algum crime de responsabilidade cometido pelo presidente. Por acaso ele, em algum momento de seu curto mandato, atentou contra a Constituição, contra a existência da União, o livre exercício dos Poderes do Estado, a segurança interna do País, a probidade da Administração, a lei orçamentária, o exercício dos direitos políticos de alguém, o cumprimento das leis e das decisões judiciais? Não me parece.

Improviso, amadorismo, incompetência, tolice, histrionismo, bizarrice, entre outras ‘qualidades’ do presidente, não são, por si sós, suficientes para a abertura de um processo de impeachment, embora na fase política do processo possam ter muito peso.

Esse tipo de sugestão, como faz hoje o jornalista Reinaldo Azevedo em sua coluna na Folha, não serve pra nada, senão para tumultuar ainda mais o ambiente político e dificultar a aprovação das tão necessárias reformas que se encontram no Congresso.

Façamos oposição, sim, mas com responsabilidade.

8 recomendações para você

Sobre / 

Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos