Blog / 

Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Senador republicano pede que Trump reabra governo temporariamente para permitir negociações

O senador republicano Lindsey Graham, da Carolina do Sul, disse a Chris Wallace na Fox News que pediu ao presidente Trump para suspender temporariamente o shutdown do governo para permitir a retomada das negociações com os democratas sobre o orçamento. O fechamento parcial do governo – serviços essenciais continuam operando normalmente – já completou 23 dias, o mais longo da história.

Para Graham, Trump poderia sinalizar boa vontade ao suspender o shutdown por três semanas, de forma a tentar uma última negociação com a oposição acerca do muro na fronteira com o México. O presidente demanda $5,7 bilhões para a construção de um trecho de barreira física para reduzir a entrada de imigrantes ilegais. Os democratas alegam que tal muro é “imoral”, mas se mostram totalmente incapazes de explicar o motivo.

“Antes de puxar o plug da opção legislativa, e eu acho que estamos quase lá, eu imploraria ao presidente que reabra o governo por um curto espaço de tempo, como três semanas, para ver se conseguimos um acordo”, disse o senador. Se nada for feito nesse sentido, então Graham defende a opção de declarar emergência nacional, uma medida drástica que muitos republicanos se opõem.

Afinal, a crise na fronteira é grave e longa, mas não há nada concreto que aponte para uma emergência nacional, algo que tenha mudado recentemente. Está mais para um problema de sistemática negligência do que uma emergência atual. O próprio presidente ameaçou com a emergência, mas até agora desistiu dessa opção radical.

Mesmo solicitando essa reabertura, Graham não está otimista com as chances do acordo. Ele argumenta que Nancy Pelosi, líder democrata, tem repetido que não aceita um só centavo para o muro. Enquanto essa for a postura democrata, não há possibilidade de acordo. E, como já disse, a esquerda não apresenta um só argumento razoável sobre por que o muro seria “imoral”.

À medida que o shutdown continue, o desgaste do atual governo pode aumentar, até porque Trump assumiu a responsabilidade pela decisão, em vez de concentrar esforços na estratégia de expor a intransigência democrata. Mas o desgaste da oposição também é alto, pois a população percebe que sua postura é radical e até contrária aos interesses nacionais. O montante demandado não é nada absurdo, e a construção de um muro é algo que os agentes de segurança apoiam, e o puro bom senso demonstra fazer sentido: é inegável que mais obstáculos físicos reduzem a entrada ilegal, dificultando o acesso desses imigrantes.

Ao calcular esse desgaste maior dos seus oponentes, Trump tem sido intransigente em sua arte de negociação. Ele tuitou que está na Casa Branca esperando, enquanto os democratas estão em todo lugar, menos Washington, enquanto os funcionários esperam por seus pagamentos atrasados. “Eles estão se divertindo e nem mesmo falando!”, atacou o presidente, em referência a um vídeo de Pelosi rindo que circulou recentemente.

Com o shutdown, algo como 800 mil servidores federais estão sem receber, e alguns serviços não essenciais foram interrompidos pela nação. Alguns funcionários em tarefas cruciais, como controle de tráfego e segurança de aeroportos, estão trabalhando sem receber por enquanto. Ao persistir essa situação, não está claro que o desgaste dos democratas será maior do que o de Trump. É, no mínimo, uma aposta arriscada que o presidente faz.

Rodrigo Constantino

8 recomendações para você

Sobre / 

Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos