i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Rodrigo Constantino

Foto de perfil de Rodrigo Constantino
Ver perfil

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Bancos tradicionais versus bancos virtuais

  • PorBharbara Pretti
  • 05/12/2019 10:11
Bancos tradicionais versus bancos virtuais
| Foto:

Por Bharbara Pretti, publicado pelo Instituto Liberal

Recentemente, adquiri um cartão do Nubank, um banco que não é um banco. Sim, é isso mesmo que você entendeu. O “Nu” é pra dizer que é um não-banco, que, desde 2013, está no mercado e é avaliado hoje em 4 bilhões de dólares. Resisti um pouco a comprar a ideia, seja pela comodidade de não mudar, seja por me questionar constantemente: será que é verdade mesmo? Como assim não tem anuidade nem tarifa? Como que a conta retorna 100% do CDI com liquidez imediata?

Você deve estar se perguntando o que o Nubank, uma ex-startup bancária, tem de diferente, e eu respondo: o cartão de crédito internacional não tem nenhuma taxa de anuidade; os usuários podem controlar seus gastos do cartão integralmente pelo smartphone sem faturas enviadas pelo correio ou agência bancária; os juros são de 7,75% ao mês enquanto o mercado oferece taxas de 15,01%; e o atendimento também chama a atenção, pois a equipe é formada por pessoas capacitadas para atender aos clientes com um tom informal, porém eficiente.

Quando olhamos para os bancos tradicionais, temos filas enormes em agências, atendimento ruim, alta burocracia, taxas elevadas e pouca abertura com o banco. Essa situação se agrava ainda mais quando falamos de bancos estatais, pois são mais lentos na implementação de novas tecnologias.

O fato é que, com a ascensão dos bancos digitais, as chamadas Fintechs (financial technology), empresas que unem finanças e tecnologia para oferecer desde conta corrente a investimentos, com tecnologia de forma intensiva, oferecem serviços financeiros com métodos diferenciados e muito mais práticos e seguros dos que os já existentes.

Diante desse cenário, está cada vez mais evidente que os bancos tradicionais precisam se reinventar. O mercado está mais exigente e possui mais necessidades diversificadas, sendo necessário um tratamento personalizado para cada um dos clientes.

É tão evidente essa necessidade de mudança de comportamento que o Itaú é um exemplo claro de que está entendendo a mudança do mercado. O Banco comprou a XP Investimentos, plataforma que democratizou os investimentos financeiros que antes eram apenas oferecidos para quem possuía investimentos a partir de 2, 3 milhões de reais. Hoje, é possível investir qualquer quantia que você possua, ou seja, uma prova dessa mudança.

A tecnologia está “aí” todos os dias para provar que tudo pode ser melhor, mais cômodo, com melhor atendimento e ainda sem que seja necessário sair de casa. A população de um modo geral está revolucionando a forma de investir, constantemente reivindicando condições melhores, ditando as regras, exigindo um melhor atendimento e tornando a forma de investimento mais democrática. Por isso os bancos tradicionais terão que mudar para atender as nossas exigências, pois, caso não mudem, não vão mais existir.

*Bharbara Pretti é Associada do Instituto Líderes do Amanhã e sócia da Pretti Cargas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.