Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A marca da esquerda, já sabemos faz tempo, é inverter tudo, acusar os adversários diante de um espelho, proteger-se na hipocrisia. É por isso que o presidente Joe Biden consegue, no aniversário da tentativa de invasão do Capitólio por apoiadores de Trump, falar na cara dura que os americanos não podem normalizar a violência, pois devem defender a democracia.

Bem, vejamos: será que os americanos vão normalizar protestos do Black Live Matters que espalham violência pelas cidades? Será que vão banalizar o movimento fascista Antifa, que ataca velhinhos indefesos? Será que vão permitir saques e arrastões nas lojas? É, espero que não!

A esquerda democrata precisa manter o 6 de janeiro vivo eternamente, para justificar os seus próprios abusos contra as instituições republicanas. Qualquer pessoa atenta ao que se passa na política americana sabe que a verdadeira ameaça vem da esquerda.

Já no Brasil, os fascistinhas dos anões dorminhocos tentaram destruir o jornalista Guilherme Fiuza. Os milicianos digitais da esquerda organizaram um ataque coordenado, que funciona mais ou menos assim, conforme Leandro Ruschel resumiu: "militante de redação faz matéria difamando alguém da direita, acusando de produzir 'fake news'. Uma investigação é aberta com base na matéria difamatória. Militante de redação usa investigação aberta para 'comprovar' acusação".

Deu ruim para os fascistas, porém. A hashtag #SomosTodosFiuza foi para o topo de tendência do Twitter, com dezenas de milhares de menções, e o programa "Os Pingos nos Is" bateu em determinados momentos a audiência da líder Globo News. Eles tentam promover assassinato de reputação, mas a verdade acaba prevalecendo nas redes sociais, apesar do esforço constante da esquerda de pressionar as Big Techs para censurar a direita.

Por fim, a turma "progressista" gostou mesmo da pandemia, pois ela lhe permitiu avançar com seus projetos totalitários de controle. Sempre convivemos com a gripe. Mas após a pandemia do Covid, tem uma turma que gostou do controle social possível com as narrativas que espalham pânico. É por isso que já pregam isolamento e máscara para combater... a gripe comum mesmo!

E a má notícia é que não faltará foca aplaudindo isso, toda apavorada! A liberdade precisa mesmo ser defendida a cada geração, pois seus inimigos nunca descansam...

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]