i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Rodrigo Constantino

Foto de perfil de Rodrigo Constantino
Ver perfil

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Biden revive na Super Terça, o que é positivo para América

  • PorRodrigo Constantino
  • 04/03/2020 11:24
Biden revive na Super Terça, o que é positivo para América
| Foto:

Joe Biden ressurgiu nas prévias do Partido Democrata e conseguiu transformar em votos na Super Terça o apoio recebido dos pré-candidatos que abandonaram as primárias.

Com a vitória em 9 dos 14 estados que realizaram votações nesta terça, 3, Biden conseguiu derrotar o senador progressista Bernie Sanders e assumir a liderança em número de delegados, passo importante para garantir a indicação do partido e concorrer contra Donald Trump na eleição nacional.

Considero isso boa notícia para a América em geral, acompanhando a análise de Ben Shapiro. Explico. Claro que Trump teria um caminho mais tranquilo se enfrentasse Sanders, um socialista radical. Biden, em que pese sua aparente senilidade, é tido como moderado, foi vice de Obama e transmite "normalidade" ao eleitor do subúrbio, o que pode ser perigoso para Trump, que desperta incômodo nas "soccer mums" por seu estilo fanfarrão.

O melhor para os Estados Unidos, em minha opinião, seria a reeleição de Trump, que vem fazendo uma boa gestão, com uma guinada à direita em várias áreas importantes. Logo, parece lógico desejar que o oponente mais fácil de ser derrotado o enfrente. Mas não é bem assim.

Primeiro, que qualquer democrata tem ao menos uns 40% de chance, e eleições são sempre imprevisíveis, ainda mais quando o voto é voluntário. Em segundo lugar, porque colocar na urna um nome extremista como o de Sanders é uma visão assustadora para o país. Por conta da rejeição a Trump, um socialista teria quase metade dos votos, e isso é péssimo para a nação.

É verdade que seria ao menos mais transparente, como alguns alegam. Os socialistas vêm comendo pelas beiradas faz tempo, e o fato de essa revolução ter sido relativamente silenciosa a torna mais perigosa, por ser imperceptível para os mais desatentos. Expor ao público todo a carranca socialista dos democratas teria suas vantagens, portanto.

Mas a um custo muito alto! Seria endossar de certa forma o "movimento" das bases radicais do partido, que já contam com amplo apoio da mídia, da academia e da cultura pop (Hollywood). Sanders e o "esquadrão" sairiam com mais força ainda, mesmo que derrotados. É assustador!

Por isso acho melhor para o país e a democracia americana que um perfil mais moderado (ou menos radical) como o de Joe Biden esteja na disputa, mesmo que isso represente um risco maior de derrota de Trump, ainda improvável. Biden também é muito fraco como candidato, cabe notar, e comete tantas gafes que é legítimo questionar sua sanidade mental.

Sanders é "senil" desde sempre, por motivos ideológicos; mas Biden parece cada vez mais debilitado. Fez plástica, implante dentário, mas o cérebro vem nitidamente falhando com mais frequência. É o que restou à esquerda, pelo visto: um socialista, ou um senil.

O perigo de ser Biden o oponente é que a eleição vira um plebiscito sobre Trump, não seu adversário, enquanto se for Sanders, será um plebiscito sobre o socialista. Não obstante, e pensando a longo prazo, considero melhor para o país se os extremos forem descartados. Resta saber se ainda há espaço para os mais moderados na política moderna...

Em tempo: o grande vencedor mesmo da Super Terça foi Trump, pois apesar do risco maior de ter de enfrentar Biden em vez de Sanders, mostra a divisão e a confusão que se instauraram no Partido Democrata, que deve ir para a convenção final totalmente rachado. E o presidente aproveitou para distribuir alfinetadas em Bloomberg e Warren:

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 2 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • J

    Jorge Roberto Barbosa de Farias

    ± 0 minutos

    Sanders é um socialista às claras, já o Biden é um socialista no armário, muito mais perigoso por passar a sensação de ser um centrista.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • L

      Luca Brasi

      ± 13 horas

      Rodrigo, como sempre digo: "Go , Trump" e detona esse tal de "biden"!!!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      Fim dos comentários.