i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Rodrigo Constantino

Foto de perfil de Rodrigo Constantino
Ver perfil

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Minha vida importa

  • PorRoberto Rachewsky
  • 10/06/2020 09:12
Minha vida importa
| Foto:

Por Roberto Rachewsky, publicado pelo Instituto Liberal

Black lives matter? Vidas negras são importantes?

All lives matter? Todas as vidas são importantes?

Besteira!

A minha vida importa, assim como a vida daqueles que eu amo ou para quem ou de quem um valor vai e vem, qualquer valor, material, intelectual ou espiritual, de acordo com a minha escolha.

Pare de ser hipócrita, algumas vidas importam muito mais do que outras e muitas vidas simplesmente não importam. Isso não significa que você tenha que machucar ou matar pessoas se elas não estão te ameaçando e prejudicando com o uso da força ou de fraude.

A importância de uma vida não está relacionada a particularidades que podemos encontrar no corpo de qualquer pessoa viva ou morta, como a cor da pele ou o sexo. Está relacionada com a alma do ser vivo, ao seu caráter, ao equilíbrio entre virtudes e pecados que ele ou ela pode produzir.

O que realmente importa para mim é o valor criado por quem o cria durante essa oportunidade única que chamamos de vida.

Cada indivíduo tem o direito à sua vida; isso significa o direito de viver livremente para criar, manter e desfrutar do valor criado para si ou para aqueles que ama, na busca da felicidade.

Todo indivíduo tem esses direitos inalienáveis. Direitos não são privilégios. Ninguém concede-nos direitos, eles derivam de nossas próprias características como seres humanos que somos.

Seres humanos, independente da cor da pele, do sexo, da religião, da nacionalidade, ou seja lá do que for que os caracterize, não são intitulados com privilégios, nem pela natureza nem por Deus, se você acreditar em algum.

A natureza racional do homem exige o direito à vida, o que significa que você não será impedido de viver a vida que deseja, enquanto não se envolver em ações violentas contra os outros, tão pacíficos quanto você deveria ser.

O direito à vida não significa que você, para manter a sua, tem algum privilégio concedido pelo governo, ou por qualquer outra instituição coercitiva, sobre a vida dos outros ou aos produtos criados por eles.

O direito à liberdade não significa que você pode fazer o que bem entender mesmo que tenha de violar o direito à vida, à liberdade e à propriedade dos outros usando de coerção.

O limite da liberdade termina onde começa o uso da coerção.

O direito à propriedade não significa que os outros são obrigados a te dar o que você deseja para satisfazer o que você acha que é sua necessidade.

Ninguém tem direito à felicidade; o direito que todos têm é de buscá-la, respeitando os direitos individuais inalienáveis que os outros possuem.

O máximo que governos podem fazer por cada um de nós é proteger a vida, a liberdade e a propriedade do ataque perpetrado por outros.

Para cumprir esse requisito natural, a ação para o exercício da vida, o homem deve respeitar sua natureza racional, construindo um ambiente em que cada um de nós possa escolher livremente o caminho da sua própria felicidade. É disso que trata o direito à vida, à liberdade, à propriedade e à busca da felicidade.

Não são outras pessoas que tornam a sua vida importante, é você que a torna significativa quando cria o valor que escolhe criar e é capaz de fazer para o seu próprio bem estar.

Black lives matter? Vidas negras são importantes?
All lives matter? Todas as vidas são importantes?

Besteira!

Os seus direito à vida, à liberdade, à propriedade e à busca da felicidade é que são importantes. Faça esses direitos valerem. Lute por isso, não por privilégios concedidos por coerção sobre os direitos de outra pessoa.

Aqueles que negam a existência de direitos e em vez disso reivindicam privilégios que serão concedidos à revelia da vontade dos outros, através do uso da coerção, são os verdadeiros racistas.

Eu não prego o racismo, a pior forma de coletivismo. Eu prego o respeito ao indivíduo e o tratamento justo que cada um merece.

Quem não respeita o indivíduo, a menor minoria que há, e seus direitos individuais, é contra a raça humana e tudo o que realmente importa.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 2 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • C

    Carlos Eduardo Lopes Nunes

    ± 0 minutos

    Gramsci ficaria orgulhoso dos reitores das universidades federais brasileiras

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • J

      Joxi

      ± 2 dias

      Sensacional! Valores supremos que sobrepõem interesses escusos disfarçados de boa causa.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      Fim dos comentários.