Blog / 

Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Vídeos

Assim não dá, Moro! #IlonaNão! – Jovem Pan

Comentário de hoje no Jornal da Manhã:

Sergio Moro – o herói nacional Sergio Moro, o juiz da Lava Jato, o terror dos corruptos – chutou sua primeira bola fora como ministro do governo Bolsonaro. E foi pior do que aquele pênalti do Baggio que deu a vitória ao Brasil na Copa de 1994. Moro isolou a bola. Falo, claro, da nomeação de Ilona Szabo para o Conselho de Políticas Criminais. Tudo bem que o conselho tem apenas caráter consultivo e nem possui remuneração. Ok que são mais de 20 pessoas. Mas uma delas tinha de ser justo uma globalista defensora das pautas “progressistas”, como a legalização das drogas e o desarmamento. Uma “especialista” da GloboNews que vive falando bobagens?

Sua ONG, o Instituto Igarapé, recebe financiamento de ninguém menos do que George Soros, o bilionário especulador que é também o maior fomentador da esquerda radical mundo afora. Ilona nomeada para qualquer coisa ligada ao governo nos faz pensar se digitamos 17 mas, em vez de Bolsonaro, levamos FHC como presidente. O que deu em Moro?

A indicação gerou tanta revolta na direita, dos liberais aos conservadores, que a hashtag IlonaNão atingiu o pico nos trendings do Twitter. Há ao menos o consolo de que se trata de uma unanimidade na direita, com sinal trocado. Absolutamente ninguém gostou. O MBL gravou vídeo condenando, Paulo Martins disse que era análogo a Paulo Guedes indicar Delfim Netto para alguma coisa, choveram críticas nas redes sociais, Bene Barbosa lembrou quem é o verdadeiro inimigo do governo, e ainda rechaçou a tese de ela ser um “cavalo de Troia”. Afinal, para ser um é preciso ocultar as reais intenções, e as de Ilona são bastante públicas. Quebrar tabu é com ela mesmo. Só não dá para misturar suas bandeiras com aquelas de Bolsonaro ou da direita, que quer endurecer com bandidos, que não enxerga marginal como “vítima da sociedade”, e que jamais endossaria uma política de desarmar o cidadão ordeiro. Ilona ainda é contra a redução da maioridade penal.

Não faz o menor sentido ter alguém como Ilona dando pitaco nas políticas de segurança de um governo de direita. Melhor Moro dizer que se confundiu, que achou que “liberal” entre aspas, no sentido americano, era o mesmo que liberal no sentido clássico. Assim não dá, Moro! #IlonaNão!

Rodrigo Constantino

8 recomendações para você

Sobre / 

Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos