i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Sono

A saudável soneca da tarde

Tirar a sesta depois do almoço faz bem para o corpo e para a mente. Pensando nisso, empresas brasileiras começam a estimular o hábito

  • PorJennifer Koppe
  • 22/11/2009 21:12
 |
| Foto:

Adolescente não foge à regra

O hábito de se dormir após o almoço é especialmente comum entre os adolescentes. "Eles costumam se sentir muito mais cansados durante à tarde porque, em geral, são privados de sono. Eles acabam dormindo muito menos do que seria necessário, por ir para a cama tarde e ter de acordar cedo para estudar", explica a psiquiatra Gisele Minhoto.

Leia a matéria completa

Quem nunca teve vontade – para não dizer necessidade – de tirar um breve cochilo logo após o almoço? Os olhos pesam, o corpo fica mole e a vontade de encostar a cabeça e levantar os pés é quase incontrolável. Como explica o neurologista Marcelo Mariano da Silva, médico da Paraná Clínicas e dos hospitais Evangélico e Santa Cruz, essa sonolência é causada pela digestão, que força o organismo a direcionar um fluxo maior de sangue para o estômago, fazendo com que o cérebro fique menos oxigenado e reduzindo a temperatura corporal.

Muitos ainda pensam que dormir alguns minutos no meio da tarde é coisa de preguiçoso, mas o costume de tirar a sesta – institucionalizado há séculos em países como Espanha, México e Portugal – está ganhando cada vez mais adeptos no Brasil, por promover uma série de benefícios à saúde.

Segundo Silva, dormir entre 15 e 30 minutos após o almoço diminui o risco de doenças cardíacas e de problemas digestivos, ameniza os sintomas do estresse, melhora o humor, o desempenho sexual e o rendimento no trabalho, aumenta a capacidade de pensamento e de tomada de decisão e a capacidade de aprender coisas novas. "Quem consegue fazer essa pausa no meio da tarde também costuma sentir menos dores de cabeça e tem menos necessidade de ingerir bebidas alcoólicas e cafeína", completa o especialista.

Mas, para sentir de fato todos os benefícios descritos acima, a sesta precisa ser praticada quase que diariamente. "É preciso tirar esse cochilo no mínimo quatro vezes por semana ou não vai adiantar nada, pelo contrário. Poderá atrapalhar o sono durante à noite", explica o neurologista.

Dormir mais do que 45 minutos durante o dia também pode trazer prejuízos à qualidade do sono noturno, como explica a psiquiatra especialista em sono Gisele Minhoto. "O período ideal para a sesta é de 20 minutos. Quem sofre de insônia não deve dormir à tarde. E quem tem refluxo gastroesofágico também deve evitar dormir logo após qualquer refeição", aponta.

No Brasil, o costume de dormir à tarde não é tão difundido quanto na Europa Mediterrânea, mas costuma ser praticado principalmente nas regiões mais quentes do país, como o Norte e o Nordeste. Algumas empresas brasileiras, ao perceber o aumento de produtividade de seus funcionários, também incentivam a prática. É o caso do laboratório botânico Herbarium, que criou um espaço de lazer e de descanso para os seus funcionários.

O assistente de recursos hu­­manos Rafael de Freitas Lopes, 22 anos, chegou a mudar o seu horário de almoço para poder dormir mais tranquilamente. "Enquanto a maioria almoça entre o meio-dia e a uma da tarde, eu só saio a partir das 13h30. Assim, sou o último a almoçar e tenho o sofá só para mim", conta ele, que dorme entre 30 e 40 minutos, de quatro a cinco vezes por semana.

Segundo Rafael, a soneca da tarde faz com que ele se sinta renovado e nunca prejudicou o período de descanso noturno. "Faz toda a diferença, tenho muito mais disposição. O problema é quando eu não consigo dormir. Sinto falta daquela pausa no meio da tarde."

Já a concessionária Ecovia inaugura hoje um espaço de descanso para os seus colaboradores. A assistente de ouvidoria Josiane Fran­cisca Ferreira, 25 anos, não vê a hora de poder estrear o Gazebo, como é chamado pelos colegas. "Mesmo quem não tem o hábito de dormir vai poder, pelo menos, relaxar, ler um livro e dar um tempo nos assuntos do trabalho", conta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.