i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Comportamento

Meia verdade

  • 11/07/2010 21:11

Contar ao médico tudo o que o paciente sente é o caminho mais fácil para o diagnóstico correto. Caso contrário, os riscos da mentira são evidentes

Consulta sincera

- Fale das queixas principais e secundárias. Diga qual o problema, como ele acontece e quando começou.

- Relate outras dores, desconfortos ou sintomas. Eles podem ou não estar relacionados com a queixa principal.

- Hábitos : fale se faz ativi­da­­de física, fuma, faz dieta, ingere álcool, tem vida sexual ativa, faz ou já fez uso de drogas.

- Histórico: relate doenças que tem ou já teve, me­dica­­­mentos que toma (inclusive fitoterápicos) e alergias.

- História familiar: doenças ou tendências obser­­­vadas em familiares. Por exemplo: pai ou mãe com doença cardiovascular ou casos de câncer.

Riscos da omissão ou mentira

- Dificultar ou atrasar o diagnóstico: pequenos detalhes sobre sintomas podem ser deter­minantes para que o médico trace um diagnóstico.

- Exames desnecessários: se o paciente não deixa claro quais sintomas sente, o médico pode pedir exames complementares desnecessários.

- Interação de medicamentos: se o paciente não relata os medicamentos que toma ou tomou nos últimos dias, o médico pode receitar algum remédio que ao ser administrado em conjunto com outro pode ocasionar complicações. Por exemplo: alguns antibióticos podem interferir na eficácia de anticoncepcionais, assim como a combinação de antiinflamatórios com descongestionantes nasais pode elevar o risco de complicações cardiovasculares.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.