i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Carta Verde

Viajar de carro para Argentina, Paraguai e Uruguai exige seguro especial; saiba como fazer

  • PorGazeta do Povo
  • 28/08/2019 14:36
Rodovia que corta o deserto da Patagônia, na Argentina.  Para circular de carro por essa estrada, brasileiros precisam da Carta Verde.
Rodovia que corta o deserto da Patagônia, na Argentina. Para circular de carro por essa estrada, brasileiros precisam da Carta Verde.| Foto: Foto: Bigstock

Os brasileiros que pretendem viajar de carro para Argentina, Paraguai e Uruguai devem apresentar um seguro veicular especial que cobre colisões e danos. É a chamada Carta Verde, um certificado obrigatório que precisa ser apresentado antes de cruzar a fronteira.

O seguro é exigido para que os viajantes possam cobrir os gastos caso se envolvam em acidentes fora do país. Se não portar esse documento, o motorista pode ser barrado. O documento é exigido tanto para veículo próprio como para carros alugados.

A Carta Verde pode ser feito nas agências credenciadas próximas à aduana, nas cidades que fazem fronteira com o Brasil, mas é recomendado fazer com antecedência. De acordo com a seguradora Porto Seguro, o contrato pode ser feito considerando as datas de circulação do veículo nos países estrangeiros, mas a duração máxima do documento é de um ano.

Quanto tempo demora e quanto custa

Apesar de ser um processo fácil e que não demora muito tempo, para não atrapalhar a sua viagem é recomendado fazê-lo com antecedência. Isso porque a validação da apólice só acontece depois da confirmação do pagamento.

“Além disso, por se tratar de um seguro internacional, a sua cotação sempre considera o valor do dólar americano. O documento também segue um padrão independentemente do país em que foi contratado”, explica o superintendente do Porto Seguro Auto Vicente Lapenta.

El Chalten, em Santa Cruz, na Argentina. Foto: Bigstock
El Chalten, em Santa Cruz, na Argentina. Foto: Bigstock

De acordo com cotações feitas em várias seguradoras pela Gazeta do Povo, o seguro pode ser feito a partir de R$ 121 (para 7 dias) e chegar a R$ 298,00 para (30 dias) - média dos valores consultados.

A cobertura tem o limite de 20 mil dólares por terceiro para os casos de danos materiais e 40 mil dólares por pessoa para danos corporais.

Quem precisa da Carta Verde

A Carta Verde é obrigatória para qualquer carro de passeio estrangeiro que circule nos países do Mercosul, incluindo veículos adaptados para portadores de necessidades especiais, pick-ups leves e pesadas, motocicletas e ônibus de transporte escolar.

A Carta Verde também é exigida dos motoristas estrangeiros que entram de carro no Brasil. O seguro não cobre danos causados por motoristas sem habilitação válida e compatível com a categoria do veículo, embriaguez ou sob efeito de drogas e medicamentos que afetem a direção, e envolvidas com furtos e roubos.

A Confederação Nacional das Empresas de Seguros ressalta que a Carta Verde é um seguro à parte daquele que o motorista já tem contratado para o seu veículo. Conforme explica a confederação, o documento cobre danos materiais e corporais a terceiras pessoas envolvidas em um acidente de carro, mas não substitui o seguro do veículo ou o seguro viagem.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.