i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Segurança

40 suspeitos de assalto a bancos são presos em três estados

Entre eles está um policial militar, que repassava informações à quadrilha. Foram apreendidos carros, armas e munição

  • PorG1/Globo.com
  • 09/07/2010 14:27

Quarenta suspeitos de integrar uma quadrilha de assalto a bancos foram presos em três estados, nesta sexta-feira (9), em uma operação da Polícia Civil. As prisões foram feitas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

O delegado Ranolfo Vieira Junior, diretor do Departamento de Investigações Criminais (Deic), disse ao G1 que somente no Rio Grande do Sul foram realizadas 31 prisões. Outras oito ocorreram em Santa Catarina e uma no Rio de Janeiro.

"Nós detectamos que os crimes foram praticados em sua maioria no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Rio de Janeiro. Alguns assaltos que ocorreram em São Paulo e no Paraná são atribuídos ao grupo, mas esses ainda não foram confirmados", disse.

Entre os presos estão um policial militar do Rio Grande Sul e um chaveiro, que dava apoio na abertura das agências. "O policial monitorava a ação da Polícia Militar e repassava essas informações para a quadrilha. Ele auxiliava o grupo nas fugas e nas questões de segurança", disse Viera Junior.

Foram apreendidos dez carros, cinco armas, munição e equipamentos usados para arrombar caixas eletrônicos, como maçaricos, botijão de gás, alicates, furadeiras e lonas.

Segundo Vieira Junior, o grupo praticou 40 assaltos nos últimos sete meses. "Estimamos que eles tenham causado um prejuízo total de R$ 5 milhões", disse.

Os homens presos serão encaminhados ao Presídio Central de Porto Alegre. As mulheres serão levadas para o Presídio Feminino Madre Pelettier, também na capital gaúcha.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.