Quase 500 crianças que aproveitavam as praias do Litoral paranaense entre terça-feira e ontem receberam pulseirinhas de identificação. A intenção é que, caso a criança se perca, os pais ou responsáveis sejam acionados rapidamente. A ação é feita pela Polícia Militar (PM) e deve durar toda a temporada.

Os policiais abordam as famílias e anotam os dados na pulseira – nome da criança, nome e telefone do responsável. Os módulos móveis da PM que fazem a entrega ficarão estacionados nas praias de Caiobá, em Matinhos, na praia Central de Guaratuba e nos balneários de Pontal do Paraná (o módulo se desloca pelos balneários).

A novidade, em relação ao ano passado, é que agora esse trabalho também será feito na areia. Dois policiais vão andar pela orla das praias conversando com as famílias de veranistas, entregando as pulseirinhas e explicando o que fazer caso a criança se perca.

Mais de 18 mil pulseiras serão distribuídas durante o Verão. Elas são feitas de um material impermeável, que não estraga e nem borra na água, e também podem ser reaproveitadas nos outros dias em que a criança for à praia. Há pulseiras rosa para as meninas e azul para os meninos. "O número de pulseiras pode aumentar caso haja a necessidade", afirma o Tenente Rafael Belache, da PM.

No caso de encontrar uma criança perdida na praia, a recomendação é procurar algum oficial da PM, que faz o encaminhamento necessário.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]