Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Em assembleia na tarde de ontem, os pilotos, copilotos e comissários decidiram não entrar em greve. A categoria ameaçava começar uma paralisação nacional hoje, dia de maior movimento aéreo no ano, segundo estimativa da Secretaria de Aviação Civil, quando devem ser transportados aproximadamente 350 mil passageiros. Eles aceitaram a proposta das empresas de reajuste de 5,6% referente à reposição da inflação dos últimos 12 meses.

O presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Marcelo Ceriotti, disse que os aeronautas foram sensíveis à situação de fragilidade pela qual as companhias aéreas passam no momento. Ele ponderou, no entanto, que o reajuste ficou abaixo das expectativas da categoria, que queria mais 2,2 % de aumento real, que totalizaria quase 8% de reajuste.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]