A Agência-Barco Ilha de Marajó, da Caixa, vai atender também mulheres ribeirinhas vítimas de violência. A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci, e o presidente da Caixa, Jorge Hereda, firmaram, ontem, um termo de cooperação. Atualmente, a agência-barco atenua as dificuldades de acesso aos serviços e produtos bancários. Agora serão também oferecidos serviços de informações sobre direitos, sobre a Lei Maria da Penha e sobre a Central de Atendimento à Mulher - Ligue 180, além do estímulo ao acesso à Justiça na rede especializada. De início, em um período de 20 dias, a embarcação percorrerá nove municípios do Pará. A viagem começa no dia 20 de janeiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]