i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cascavel

Ambulâncias viram leitos improvisados

  • PorMiguel Portela
  • 07/04/2007 20:08

A falta de leitos do Sistema Único da Saúde (SUS) vem causando uma série de transtornos a quem necessita de assistência médica em Cascavel. Anteontem à noite, cinco pessoas feridas em dois acidentes em Guaraniaçu, no Oeste do Paraná, esperam mais de três horas por vagas. Todos os 350 leitos ofertados pelo SUS na cidade, incluindo UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), estavam lotados.

Os acidentes na BR-277 ocorreram entre as 19h30 e 21 horas. Treze pessoas ficaram feridas, sendo cinco em estado grave que foram levadas em ambulâncias para Cascavel. Os pacientes foram obrigados a aguardar dentro das ambulâncias até que surgissem as vagas. No Hospital Universitário (HU) faltou até maca para levar os feridos. O diretor-geral da 10.ª Regional de Saúde, Marcos Tomazzetto, reconhece que a falta de leitos é crônica. "A solução é aumentar a rede conveniada aos SUS ou construir um novo hospital", disse.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.