i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
caso Kiss

Após inquérito, comandante dos bombeiros em Santa Maria é afastado

Segundo investigação, corporação permitiu que a boate continuasse aberta, apesar das irregularidades. Dois bombeiros foram indiciados

  • PorFolhaPress
  • 22/03/2013 16:31

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), afastou, nesta sexta-feira (22), o comandante regional do Corpo de Bombeiros em Santa Maria, Moisés Fuchs. A decisão ocorre após a conclusão do inquérito sobre o incêndio da boate Kiss, que indiciou dois bombeiros.

As investigações levaram ao indiciamento do major Gerson da Rosa Pereira e do sargento Renan Severo Berleze por suspeita de responsabilidade no caso e apontaram falhas da corporação, como a autorização para que a casa noturna permanecesse aberta e a permissão para que civis entrassem no local do resgate.

Tarso, que está em Brasília, disse que o estabelecimento "nunca poderia ter sido aberto" e que a tragédia já vem provocando uma mudança na atitude dos órgãos públicos pelo país na fiscalização de casas noturnas.

A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira que viu "indícios de prática de homicídio culposo [sem intenção]" nas ações de nove bombeiros, incluindo o comandante regional. Essas provas serão remetidas para a Justiça Militar do Rio Grande do Sul, que irá apurar as responsabilidades.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.