Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Gilberto Abelha/Arquivo/Jornal de Londrina
| Foto: Gilberto Abelha/Arquivo/Jornal de Londrina

Depois de ter ficado quase 9 horas fechado para pousos e decolagens, o Aeroporto Governado José Richa, em Londrina, voltou a operar por instrumentos no fim da manhã desta terça-feira (7). O terminal de passageiros – que estava fechado desde à 1h40 – reabriu às 10h53, momento em que a forte neblina que se formou sobre o aeroporto se dissipou, possibilitando aos aviões pousarem e decolarem.

Durante o período de fechamento, 10 voos foram cancelados. A situação é semelhante à registrada na semana passada, quando o mau tempo provocou um verdadeiro caos no aeroporto de Londrina. Dezenas de voos foram cancelados e o saguão do terminal ficou lotado de passageiros impacientes, a espera de uma solução para que conseguissem realizar as viagens programadas.

Do dia primeiro até ontem, já choveu 184 milímetros em Londrina. O volume é muito acima da média esperada para todo o mês de julho na cidade, de 84 milímetros, segundo o Simepar.

Na última sexta-feira (3), em um intervalo de 17 horas, o volume de chuva registrado em Londrina foi de 100,8 milímetros. O valor é o mais alto já registrado em um único dia do mês de julho desde 1990, quando choveu um acumulado de 77,8 milímetros em 24 horas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]