Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Desde a instituição da lei antifumo, em 2009, as prefeituras paulistas consta­­taram um aumento no volume de pontas de cigarro lançadas nas ruas. Mas o im­­pacto am­­­­­­biental causado pe­­las bitucas pode estar com os dias contados. Um projeto pioneiro lan­­­­çado ontem em Votoran­tim, a 102 km de São Paulo, pre­­vê a coleta e transformação dos restos de cigarros em adubo orgânico. O trabalho envolve a prefeitura e empresas de re­­ciclagem.

Coletores de pontas de cigarro serão colocados em locais es­­tra­­tégicos da cidade, como a en­­trada de bancos, restaurantes e prédios públicos. O material será recolhido regularmente e encaminhado para um pro­­cesso de compostagem. Após a retirada dos metais pesados e outros componentes, os restos serão misturados a um composto orgânico e resíduos vegetais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]