| Daniel Castellano/Gazeta do Povo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

A Sexta-feira Santa (25) começou com movimento nas rodovias que ligam Curitiba ao Interior e ao Litoral paranaense e à Santa Catarina. Na BR-277, sentido Paranaguá, o fluxo é intenso, com 957 veículos por hora. Apesar do tempo nublado e chuvoso, não há pontos de congestionamento ou lentidão.

A Sexta-feira Santa (25) começou com movimento intenso nas rodovias que ligam Curitiba ao Interior e ao Litoral do Paraná e à Santa Catarina. Entre 7 e 13 horas, as BRs 277, 376 e 101 atingiram fluxo de veículos superior a 1,5 durante quase todo o período. A neblina e a chuva, que devem permanecer durante todo o feriado prolongado, prejudicaram a visibilidade na Serra do Mar e na Serra de São Luiz do Purunã.

Apesar do tráfego elevado e das condições climáticas, não foram registrados acidentes nem pontos de lentidão nas BRs 277 e 376.

Já quem optou por viajar para Santa Catarina enfrentou mais dificuldades. A saída de São José dos Pinhais, pela BR-376, tem lentidão desde o início da manhã devido ao excesso de veículos. Já na BR-101, próximo à Penha, um capotamento provocou congestionamento de pelo menos quatro quilômetros por volta das 10 horas.

Fluxo mair para o interior do Paraná

O fluxo de veículos nas estradas do Paraná deve seguir mais elevado do que o normal durante toda a Sexta-feira Santa.Cerca de 74 mil carros devem deixar Curitiba e seguir para interior e litoral do Paraná, Santa Catarina e São Paulo, de acordo com as concessionárias.

A Ecovia, que administra a BR-277 em direção ao litoral do estado, espera que 14 mil veículos sigam para as praias nesta sexta-feira.

A Autopista Litoral Sul, responsável pelas BRs 376 e 101 sentido Santa Catarina, prevê que 26 mil veículos se desloquem para o litoral catarinense no feriado - um movimento 21% maior do que em dias normais.

Um ponto de atenção deve ser no km 9 da BR-101 sentido sul, próximo ao acesso de Garuva (SC). Obras de drenagem deixam o tráfego operando em três faixas - duas no sentido Florianópolis e uma no sentido Curitiba.

As estradas que levam ao interior do estado (BRs 277 e 376) serão as mais movimentadas. A Rodonorte prevê o tráfego de 37 mil veículos ao longo do dia.

Para fugir do trânsito na volta

Domingo (27) é o dia em que a maioria dos viajantes pega a estrada para retornar para casa. Segundo a Ecovia, a projeção é de que na volta do Litoral para Curitiba passem pela BR-277 mais de 22 mil veículos. A concessionária aconselha os motoristas que desejam evitar tráfego intenso a sair de casa cedo; o período com maior número de veículos será entre 18 e 19h.

O mesmo acontece nas estradas que ligam Curitiba ao Interior do Paraná. Somente na BR-277 (até Ponta Grossa), 47,2 mil veículos devem passar pela região de São Luiz do Purunã, um movimento 72% maior do que em dias normais. A concessionária Rodonorte também recomenda que os motoristas peguem a estrada no domingo pela manhã. O fluxo aumenta a partir das 15h e segue intenso até 21h, com picos de 4 mil veículos por hora.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]