Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Brasil Paralelo
Filipe Valerim, um dos fundadores da Brasil Paralelo, em evento de lançamento da nova fase da empresa.| Foto: Reprodução/YouTube

A produtora Brasil Paralelo (BP) anunciou nesta segunda-feira (27) uma nova etapa em sua história, com uma série de mudanças para expandir o público-alvo, incluindo uma plataforma própria de streaming de filmes. O objetivo é concorrer com gigantes do ramo, tais como Netflix e Amazon Prime Video.

>> Faça parte do canal de Vida e Cidadania no Telegram

A ideia da Brasil Paralelo, segundo o material de divulgação da nova plataforma, é oferecer “uma experiência prazerosa e educativa”, para evitar a sensação de frustração e desorientação típicas da experiência de serviços concorrentes. O slogan, por isso, é “aperte o play sem medo”.

Estarão no catálogo produções hollywoodianas da última década como "Capitão Phillips" (2013), "Whiplash" (2014) e "Ressurreição" (2016), e clássicos do cinema como “Lawrence da Arábia” (1962), “O Homem que Não Vendeu Sua Alma” (1966), “Taxi Driver” (1976), ”Caça-Fantasmas" (1984) e "Feitiço do Tempo” (1993). Inicialmente, 20 filmes estarão disponíveis e uma nova obra será disponibilizada por semana. A assinatura do serviço, que se chama BP Select, custa, por ano, R$ 228, que podem ser parcelados em R$ 19 mensais.

A plataforma inclui análises e podcasts sobre os filmes, “para ajudar o espectador a ter uma experiência educacional enquanto se entretém”, afirma a produtora. A BP Select terá ainda conteúdos infantis, que estarão disponíveis a partir de novembro de 2021, como “Caillou”, “Um Urso Chamado Paddington”, “Moranguinho” e “Bob, o Construtor”. Os filmes e as produções próprias da BP também integram a plataforma.

Os atuais membros da Brasil Paralelo continuam tendo acesso aos documentários e conteúdos de formação da produtora, mas, para assistir aos filmes do novo catálogo, será preciso assinar o pacote BP Select.

Brasil Paralelo lança programação diária com conteúdos próprios e aplicativo para TV

A Brasil Paralelo passará a ter um aplicativo para smart TVs, que, por enquanto, funcionará em aparelhos da Samsung e da LG. Além disso, anunciou seis formatos inéditos a serem exibidos diariamente tanto na BP Select como no YouTube. Será a primeira grade de programação diária da produtora.

Na segunda-feira, o “Contraponto”, apresentado por Bruno Magalhães, terá entrevistas com temas sociais relevantes. Na terça, haverá o “Conversa Paralela”, programa com formato semelhante ao de podcasts norte-americanos que fazem sucesso com o público conservador na internet, com convidados especiais toda semana. Os apresentadores serão Arthur Morisson e Lara Brenner.

O “Insight BP” discutirá ideias que podem ajudar na formação pessoal dos espectadores e será exibido às quartas. Na quinta-feira, a BP exibe o “Red Pill”, um podcast sobre cinema. Na sexta-feira, o “Rasta News” – apresentado por João Nogueira, o Rasta – abordará assuntos da semana com um toque de comédia.

Além disso, a partir do próximo sábado, a BP exibirá semanalmente a primeira temporada da minissérie “Investigação Paralela”, uma espécie de “Linha Direta” da produtora gaúcha, que comentará casos policiais emblemáticos do Brasil.

O site da Brasil Paralelo também ganhou nova versão, para canalizar a produção diária da BP. Além dos programas audiovisuais, ele incluirá artigos escritos e conteúdos de história, filosofia, educação e ciência política.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]