• 27/10/2020 15:53
"Católicas pelo Direito de Decidir"

ONG pró-aborto é proibida pela Justiça de usar “católicas” no nome

  • 27/10/2020 15:53
  • PorGazeta do Povo
    Católicas pelo Direito de Decidir não poderá utilizar "católicas" no nome
    ONG ainda não foi notificada| Foto: Bigstock

    A ONG pró-aborto Católicas pelo Direito de Decidir não poderá mais utilizar o termo “católicas” no nome no Brasil. A decisão é da 2.ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo e atendeu a pedido do Associação Dom Bosco. Cabe recurso a instâncias superiores. Segundo a decisão, a ONG terá de adequar o estatuto social e extinguir a referida expressão. De acordo o relator, desembargador José Carlos Ferreira Alves, não é “minimamente racional e lógico, ademais, o uso da expressão “católicas” por entidade que combate o catolicismo concretamente com ideias e pautas claramente antagônicas a ele”. O acórdão na íntegra está disponível no site do TJ-SP.

    A entidade informou que não foi notificada oficialmente. “A organização tomou conhecimento da decisão por meio da imprensa e tomará as medidas cabíveis após o recebimento da determinação judicial. Católicas pelo Direito de Decidir - Brasil reitera o seu compromisso com a Democracia e os Direitos Humanos, em especial com os direitos sexuais e direitos reprodutivos das meninas e mulheres, tão ameaçados na atual conjuntura política brasileira”, afirmou a ONG, por meio de nota.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.