i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Campo Comprido: homens armados invadem condomínio de luxo e roubam joias e dinheiro

Suspeitos fugiram em dois veículos Astra. Crime ocorreu em um condomínio na Rua Padre José Kentenich

  • PorFelippe Aníbal e Fernanda Leitóles
  • 15/09/2010 08:18

Dez homens armados invadiram um condomínio residencial de luxo na Rua Padre José Kentenich, no bairro Campo Comprido, em Curitiba, na manhã desta quarta-feira (15), por volta das 8h50, e roubaram duas casas no local. Os assaltantes fugiram, levando joias, aparelhos eletrônicos, objetos pessoais e dinheiro. Um dos bandidos foi atropelado por um morador, mas também conseguiu fugir.

A ação criminosa começou nas imediações do Parque Barigui, quando bandidos que estavam em dois Astras renderam um homem de 27 anos – filho de um empresário do ramo de seguros que mora no condomínio – e o sócio dele. As vítimas foram sequestradas e levados ao residencial no automóvel do filho do empresário – um Citroën C4. Do próprio carro, onde era mantido por dois bandidos sob a mira de pistolas, o rapaz foi coagido a abrir o portão eletrônico e a entrar no condomínio. Do lado de dentro, os assaltantes renderam o porteiro e o caseiro e foram diretamente para a residência do pai da vítima.

Lá, o empresário, a mulher e neto dele (um bebê de dois meses), além da empregada doméstica, foram feitos reféns. Entretanto, de acordo com as vítimas, os bandidos não foram violentos ao longo da ação. O proprietário da casa foi obrigado a abrir um cofre, onde havia oito relógios, uma moeda e uma caneta de coleção, além de documentos pessoais. Os assaltantes também roubaram um notebook.

Enquanto dois homens mantinham as vítimas dentro da casa, parte do grupo circulava pelo condomínio para assaltar outras residências. Um condômino que saía da garagem com uma caminhonete se assustou quando viu os bandidos e começou dar marcha à ré. Os assaltantes tentaram impedir a fuga, mas um dos integrantes do grupo acabou sendo atropelado por engano. Segundo testemunhas a caminhonete passou sobre as pernas do bandido, que ficou ferido.

O morador do condomínio foi retirado da caminhonete pelos assaltantes e chegou a ser atingido por uma coronhada na cabeça. Os bandidos obrigaram a vítima a levá-los à residência, onde teriam roubado equipamentos eletrônicos, joias, dinheiro e objetos pessoais.

Enquanto parte do grupo efetuava o roubo à segunda casa, outros integrantes da facção socorriam o bandido que ficou ferido. Após a conclusão do segundo assalto, a quadrilha fugiu em três carros.Ação

De acordo com moradores do condomínio, os assaltantes ficaram por cerca de 25 minutos dentro do residencial. Todos estariam armados com pistolas e equipados com rádios, por meio dos quais se comunicavam entre si. Pelo menos dois aparelhos estariam sintonizado na frequência da polícia.

Apesar da ação, os bandidos não teriam sido violentos. O único relato de agressão foi a coronhada na cabeça do condômino que dirigia a caminhonete. Os assaltantes foram descritos como tranquilos e não usavam máscaras. As câmeras de segurança do residencial foram roubadas pelo grupo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.