Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Após duas reformas e ampliações - uma no início do ano e outra em 2012 - no terminal de passageiros do aeroporto de Cascavel, a Cettrans (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito) anuncia a construção de um novo terminal. A obra, que será feita em parceria com o Estado e a União, está estimada em R$ 7 milhões.

O presidente da Cettrans, Paulo Gorski, diz que a ampliação em 100 metros realizada no ano passado foi necessária em função do aumento da demanda que triplicou de 2010 para 2012. Juntas, as duas obras custaram R$ 134 mil.

Mesmo com a reforma e ampliação, o atual terminal se tornou inadequado pela crescente demanda. "O terminal está no limite de sua capacidade e não dispõe de facilidades e espaços para ampliar o mix de empresas e serviços aos seus atuais e futuros usuários", diz.

Ainda não há uma data definida para o início das obras que precisam ser licitadas. O novo terminal terá 2.501 metros quadrados, três vezes maior do que o atual, e ficará a 285 metros do eixo da pista.

O terminal foi projetado para oferecer todos os serviços exigidos pela legislação aeroportuária. O espaço terá uma sala de embarque com capacidade para 150 passageiros sentados. Também faz parte do projeto sistema de esteira de bagagens, lojas, check-in e praça de alimentação, entre outros espaços.

Já há estudos para ampliar a pista entre 600 e mil metros de comprimento ou a execução de uma nova pista "cruzada" a partir de uma das cabeceiras. Rebaixado

No mês passado, o aeroporto de Cascavel foi "rebaixado" de nível pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) por não manter no local um número considerado ideal de bombeiros de aeródromo. Com isso, o número de pousos e decolagens teve que ser reduzido. Desde o dia 3 de junho uma equipe de 17 guardas patrimoniais realiza o curso de bombeiros, ministrado pela Infraero. O curso tem duração de 30 dias. "Com a certificação dos novos bombeiros, em seguida nova documentação será encaminhada à Anac requerendo o retorno do nível 3 de proteção de incêndio do aeroporto, para o nível 4, anteriormente existente", declara Gorski.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]