i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
entrelinhas

Parabéns para os que mantêm a cidade limpa

  • Porentrelinhas@gazetadopovo.com.br
  • 15/05/2015 03:00
 | Antônio More/Gazeta do Povo
| Foto: Antônio More/Gazeta do Povo

O dia será diferente nesta sexta-feira (15) na empresa Cavo, responsável pela coleta de lixo em Curitiba. Para marcar o Dia do Gari, que será comemorado neste sábado (16), os funcionários do administrativo irão vivenciar, por algumas horas desta sexta, o que os seus colegas de trabalho realizam todos os dias nas ruas para manter a cidade limpa. Eles farão a varrição das calçadas e irão correr atrás do caminhão coletor recolhendo o lixo doméstico. Por volta das 7h30, todos irão para as ruas para ter um dia de gari.

Transição

Atuando no país desde 1997, a organização humanitária Plan International pretende alcançar 11 mil doadores regulares até 2019 no Brasil. A intenção é arrecadar R$ 12 milhões para serem investidos em projetos relacionados a temas como marginalização, resiliência da comunidade e proteção da criança. Atualmente, a Plan International Brasil atende diretamente a 14 mil crianças com doações individuais internacionais. Agora, a organização quer mudar o perfil do Brasil, que, de país prioritariamente receptor de recursos internacionais, passaria para a categoria de doador. Esse processo de transição já está ocorrendo em outros países, como Colômbia e Índia. Os interessados podem obter mais informações e doar por meio do site www.doeplan.org.br.

Para contar histórias

Esta sexta-feira (15) é o último dia de inscrições para o projeto “A Arte de Contar Histórias”, promovido pelo Instituto História Viva para os moradores de Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba. O curso gratuito será realizado nos dias 16 e 17 de maio (das 8h30 às 17h30), no Centro de Treinamento da Fiat Powertrain, parceira do projeto. Os participantes terão acesso às diversas formas de narrativas, incluindo métodos de linguagem e apresentação de recursos internos e externos para contar histórias em ambientes de vulnerabilidade social, como asilos, creches e hospitais. A ideia é formar mais contadores de história para estruturar uma ação de voluntariado com foco na transformação de ambientes de fragilidade. Os pedidos de inscrição devem ser enviados para campolargo@historiaviva.org.br. Para mais informações, acesse: www.historiaviva.org.br / www.facebook.com/institutohistoriaviva.

Vigília

Para lembrar dos que se foram por causa da aids, das pessoas que sofrem com a doença e para orientar a população sobre como se proteger do HIV: esses são os objetivos da Vigília pelos Mortos de Aids. Promovido pela Comissão de DST/Aids do Conselho Municipal de Saúde de Curitiba, o ato ocorre nesta sexta-feira, na Boca Maldita, das 14 às 17 horas. Desde 1984 – quando foram registrados os primeiros casos de aids – 10.081 pessoas foram contaminadas pela doença na capital paranaense até 2013. Há ainda 3.473 portadores do vírus. Atualmente, cerca de 9 mil pessoas fazem o tratamento para a doença e recebem os medicamentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Curitiba.

Divulgação

Banquete imperial

Composta por painéis fotográficos e textos que apresentam alguns livros e vários cardápios do século 19 colecionados por D. Pedro II (como o da reprodução ao lado), A exposição Os Banquetes do Imperador – A Formação da Gastronomia Brasileira será aberta nesta sexta-feira (15) na Casa Romário Martins, no Largo da Ordem, em Curitiba. A mostra é baseada na pesquisa que resultou no livro homônimo do fotógrafo, jornalista e chefe de cozinha André Boccato, em coautoria com Francisco Lellis. A coleção do imperador está organizada em “menus de navios”, “menus no exterior” (de recepções oficiais, de restaurantes, de hotéis e de cafés), e “menus no Brasil”. Os cardápios brasileiros incluem banquetes de Estado, inaugurações de estradas de ferro e eventos sociais no Rio de Janeiro, em São Paulo e em outros locais do país. Um deles é o “Menu Abolicionista”, que contém a primeira citação do “Churrasco do Rio Grande” de que se tem notícia.

Colaborou: Caroline Olinda.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.